Janduís: Município discute políticas públicas para a juventude

As políticas públicas para os jovens foram o alvo central da discussão realizada durante a II Conferência de Juventude do município de Janduís.

O evento, que aconteceu nas dependências do Jardim-Escola Tia Alice, reuniu representantes da prefeitura de Janduís, câmara Municipal, sindicatos, organizações não-governamentais, partidos políticos, escolas Municipais e estaduais, grupos culturais e a sociedade civil organizada do Município. Cerca de 150 jovens participaram ativamente dos debates.

A conferência teve como tema Juventude, Desenvolvimento e Efetivação de Direitos e lema Conquistar Direitos, Desenvolver o Brasil. O conferencista do evento foi o jovem caicoense Diego Vale que, além de bacharel em direito pela UFRN, é conselheiro tutelar e empresário do ramo da comunicação social, no município seridoense.

Em sua exposição, Diego Vale fez referência ao Artigo 227 da Constituição Federal, que trata de direitos assegurados às crianças, adolescentes e jovens, ressaltando a importância da mobilização dos jovens, em busca dos seus ideais, das suas responsabilidades enquanto cidadãos, e de uma participação mais abrangente da classe nas lutas sociais.

O conferencista fez importantes sugestões aos jovens janduienses, como a criação de um Fórum Permanente para a Discussão de Políticas Públicas para a Juventude, a criação do Conselho Municipal de Juventude e de uma Frente Parlamentar da Juventude na Câmara Municipal.

Após a exposição, os participantes se dividiram em grupos para discutir os eixos fundamentais da conferência: direito ao desenvolvimento integral, direito ao território, Direito á experimentação e qualidade de vida, direito à diversidade e vida segura e direito à participação.

Além da eleição dos delegados que vão representar o município de Janduís na Conferência Estadual, várias propostas foram apresentadas pelos participantes dos grupos temáticos como: revitalização da Biblioteca Pública Professor Teófilo Régis, reativação dos grêmios estudantis e dos grupos de jovens, geração de emprego e renda para a juventude e fortalecimento das políticas públicas nos setores de cultura e de esporte, entre outras proposições.

Ao final do evento, foi aberta uma plenária livre onde os jovens de Janduís tiveram a oportunidade de expor suas idéias e dialogar com o poder público municipal.

O prefeito Salomão Gurgel respondeu os questionamentos da juventude local, que abordou questões diversas como apoio aos universitários e segurança pública. O gestor destacou que o diálogo com os diversos segmentos sociais é fundamental para o fortalecimento da democracia.

Ele lembrou que, em outras reuniões com os universitários, já havia sugerido a criação de uma associação própria, já que o município conta, atualmente, com 60 pessoas cursando ensino universitário. De acordo com o gestor, além de ampliar o diálogo haveria um dispositivo legal para que o Município garantisse esse apoio, que é responsabilidade do Governo Federal. Avaliando a II Conferência de Juventude, Salomão Gurgel ressaltou a boa participação da juventude, que expôs seus questionamentos e idéias de forma livre e democrática. 

Compartilhe no Google Plus