Maioria dos inscritos no Enem 2011 é da Região Sudeste do país



A Região Sudeste do país foi a que registrou o maior número de inscrições na edição 2011 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que será aplicado nos dias 22 e 23 de outubro. Segundo os números divulgados nesta quarta-feira pelo Ministério da Educação (MEC), dos 5.366.780 candidatos, 1.971.958 inscrições (36,7)% são do Sudeste. Vem a seguir, Nordeste com 1.692.830 inscritos (31,6%); o Sul com 667.581 (12,4%); o Norte com 552.511 (10,3%); e o Centro-Oeste com 481.900 candidatos (9,0%). São Paulo é o estado com o maior número de inscritos (901.354), seguido por Minas Gerais (607.838) e Bahia (424.525). Apenas dois Estados registraram queda nas inscrições: Santa Catarina (1,53%) e Bahia (0,95%).


Em relação à idade dos estudantes, a maior concentração de inscritos está na faixa etária que vai de 21 a 30 anos - 1,7 milhão de pessoas. Os menores de 16 totalizam 127.565 alunos.

De acordo com o MEC, 60.543 inscritos fizeram pedidos para atendimento especial. Destes, 33.328 são pessoas que guardam o sábado - os guardadores de sábado, ou sabatistas, são aqueles que por motivo religioso têm como recomendação usar esse dia para repousar ou rezar. No dia 22 de outubro, eles farão a prova em um horário diferente dos demais. Estes candidatos terão de chegar ao local de prova no mesmo horário que os outros concorrentes (entre 12h e 13h), mas só começarão a responder o caderno após o pôr do sol.


Por faixa etária, o exame deste ano tem a maior concentração de inscritos entre 21 e 30 anos (1.704.820 estudantes). Mais de 11 mil candidatos pediram salas de maior acessibilidade. Outros 842 inscritos vão fazer a prova em hospitais. Quase 6 mil farão a prova com letras ampliadas. Outras 325 pessoas farão o exame em braile e 3 mil terão com uma pessoa para auxiliar na leitura. Vão precisar de ajuda para a transcrição 3.867 candidatos; 1.502 necessitarão de intérprete da língua brasileira de sinais (libras).

As provas do sábado, 22 de outubro, abordarão as áreas de ciências da natureza e suas tecnologias e ciências humanas e suas tecnologias. As de domingo, 23, abrangerão linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e matemática e suas tecnologias.

Acre - 38 mil

Alagoas - 74 mil

Amapá - 22 mil

Amazonas - 131 mil

Bahia - 424 mil

Ceará - 300 mil

Distrito Federal - 74 mil

Espírito Santo - 127 mil

Goiás - 152 mil

Maranhão - 211 mil

Mato Grosso - 132 mil

Mato Grosso do Sul - 122 mil

Minas Gerais - 607 mil

Pará - 239 mil

Paraíba - 123 mil

Paraná - 254 mil

Pernambuco - 268 mil

Piauí - 116 mil

Rio de Janeiro - 335 mil

Rio Grande do Norte - 116 mil

Rio Grande do Sul - 329 mil

Rondônia - 60 mil

Roraima - 16 mil

Santa Catarina - 83 mil

São Paulo - 901 mil

Sergipe - 57 mil

Tocantins - 43 mil

Com informações: O Globo


Compartilhe no Google Plus