Dieta rica em vegetais, frutas e legumes diminui risco de desenvolver risco de câncer de mama, sugere estudo



Mulheres com dietas ricas em vegetais, frutas e legumes podem apresentar um menor risco de desenvolver um tipo de câncer de mama, sugere uma nova pesquisa. A descoberta, de um amplo e longo estudo com enfermeiras americanas, mostrou que as mulheres com dietas ricas em vegetais e com pouca carne vermelha, sódio e carboidratos processados eram menos propensas a sofrer de um certo tipo de tumor no seio.

Especificamente, elas eram menos propensas que outras mulheres a desenvolver tumores de mama com falta de receptores para o hormônio estrogênio. Esses tumores receptores de estrogênio negativo colaboram com cerca de um quarto dos cânceres de mama.

Das mais de 86 milhões de mulheres que o estudo acompanhou por 26 anos, menos de 1% desenvolveu o câncer de mama ER-negativo. O risco, os pesquisadores descobriram, era menor entre mulheres cujas dietas mais se aproximavam da dieta Dash - Abordagens Dietéticas para Parar a Hipertensão, um plano alimentar recomendado por especialistas para baixar a pressão arterial. O programa enfatiza a ingestão de vegetais, frutas, grãos ricos em fibras, legumes e nozes, além de baixo teor de gordura. As mulheres que desde o início tinham a maior pontuação Dash eram 20% menos propensas a desenvolver câncer de mama ER-negativo que aquelas com a menor pontuação Dash.

Quando os pesquisadores analisaram mais de perto, parecia ser o consumo de vegetais e frutas que mais contava para esse resultado. O estudo foi relatado no "American Journal of Epidemiology", e não prova, no entanto, que uma dieta rica em vegetais, por si só, diminui o risco de câncer de mama.

Com informações: O Globo



Compartilhe no Google Plus