Solidários: Por Paiva Netto

Estamos todos atentos à recuperação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e solidários a ele, à sua digna esposa, dona Marisa Letícia, e seus familiares.
            Ontem, no Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista, teve início o tratamento de sua saúde, focalizado na recuperação da laringe.
            Diante de Deus, reunidos, com Boa Vontade oramos e elevamos ao Alto permanentemente as nossas súplicas.
 
SOMOS 7 BILHÕES
De acordo com o Relatório sobre a Situação da População Mundial 2011, publicado pelo Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), desde segunda-feira, 31/10, o planeta possui 7 bilhões de habitantes.
No Portal da ONU no Brasil (www.onu.com.br), encontramos estas informações: "O relatório mostra que o tamanho recorde da população pode ser encarado como um indicador do sucesso da humanidade, porque isso significa que as pessoas estão tendo vidas mais longas e mais crianças estão sobrevivendo em todo o mundo. Mas nem todos se beneficiam dessa conquista ou da maior qualidade de vida que isso implica".
E prossegue o UNFPA: "Há grandes disparidades entre e dentro dos países. Existem também disparidades de direitos e oportunidades entre homens e mulheres, meninos e meninas. Traçar agora um caminho para o desenvolvimento que promova a igualdade, ao invés de exacerbar ou reforçar as desigualdades, é mais importante que nunca. Do total de 7 bilhões, 1,8 bilhão são jovens com idades entre 10 e 24 anos".
Para o nigeriano dr. Babatunde Osotimehin, diretor-executivo do UNFPA, "os jovens têm a chave para o futuro, com o potencial de transformar a paisagem política global e impulsionar as economias através da sua criatividade e capacidade de inovação. Mas a oportunidade de realizar o grande potencial da juventude tem que ser aproveitada agora. Deveríamos estar investindo na saúde e na educação dos nossos jovens. Tal investimento renderia um enorme retorno em termos de crescimento econômico e desenvolvimento para as gerações vindouras".
Estou de pleno acordo com as palavras do dr. Osotimehin. Por sinal, a Legião da Boa Vontade, desde os seus primórdios, dedica especial atenção aos moços, incentivando-os, instruindo-os, educando-os, espiritualizando-os, abrindo-lhes novos caminhos, no sentido de lhes dar novos ensejos e perspectivas, pois para nós eles são o futuro no presente. De Palestrina/Itália, o dr. Renato Corsetti, ex-presidente da Associação Universal de Esperanto, ressaltou-nos que "a ação da LBV fez com que ela se tornasse um dos grandes agentes sociais de nossa época, e ela é reconhecida por todos, até nas Nações Unidas".
O marco de 7 bilhões de seres humanos é, sem dúvida, um desafio aos povos. Contudo, configura-se oportunidade ímpar para, unidos, como cidadãos globais, gerirmos soluções para o fim das desigualdades em todas as esferas da vida.
 
José de Paiva Netto, jornalista, radialista e escritor.

Compartilhe no Google Plus