Carlos Eduardo detona Robinson Faria, que o apoiou em 2012



8op78p89

O primeiro apoio de destaque recebido por Carlos Eduardo Alves, do PDT, na campanha eleitoral de 2012, foi o do vice-governador Robinson Faria, do PSD. Foi ao lado dele que Carlos Eduardo conseguiu derrotar o grupo político apoiado pelo deputado federal Henrique Eduardo Alves, do PMDB, e voltar a Prefeitura de Natal. Agora, dois anos depois da vitória, Carlos Eduardo diz que mudou de lado e, para confirmar isso, tem feito uma série de críticas ao ex-aliado. Tudo isso para ver eleito o ex-adversário – mas eterno “primo”.

Uma prova dessa série de críticas foi dada no comício realizado por Henrique e Carlos Eduardo no bairro das Quintas, nesta quarta-feira. “Não acredito que alguém saia de casa domingo para votar em Robinson Faria”, afirmou o prefeito, ao lado da vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria, do PSB, que perdeu a disputa para o Senado Federal contra Fátima Bezerra, do PT.

Segundo a assessoria de Henrique Alves, responsável pela divulgação da notícia com a frase do prefeito, para Carlos Eduardo, a governadora Rosalba Ciarlini está querendo fazer do vice seu sucessor. “Aí está o desgoverno de Rosalba Ciarlini. Atrasa salários e ainda quer fazer o seu sucessor. Nós não somos bobos. Sabemos que ela está apoiando seu vice”, acrescentou o prefeito, que pediu o voto para Henrique.

O detalhe aí é que um dos argumentos de Carlos Eduardo para vencer Hermano Morais, o candidato do PMDB em 2012, foi, justamente, ligar o peemedebista ao Governo Rosalba Ciarlini. Isso porque, naquele época, Robinson Faria já havia rompido com a gestão Rosalba Ciarlini. Hermano Morais e os demais peemedebistas, como o ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, e o próprio Henrique, seguiam no governo, apoiando a gestão do DEM.

“Eu peço a vocês que elejam um parceiro para trabalhar comigo e melhorar cada vez mais Natal e o Rio Grande do Norte. Por isso, fale com sua família, seus amigos, vizinhos, colegas, e diga que domingo vamos derrotar Rosalba e Robinson e fazer Henrique governador do Estado”, afirmou Carlos Eduardo.

A ex-governadora Wilma de Faria também criticou a aliança entre Rosalba e Robinson e lembrou de governos fracassados em Natal e no RN. “Vejam o que aconteceu com a Borboleta (Micarla de Sousa). Vejam o que aconteceu com Rosalba. Não adianta enganar. Rosalba e Robinson estão juntos. Esse governo não pode continuar”, acrescentou Wilma, outra também apoiada por Robinson e contrária a Henrique e ao Governo do Estado em 2012.

JORNAL DE HOJE
Compartilhe no Google Plus