Propaganda política no rádio e TV volta nesta quinta-feira


Dilma e Aécio terão tempos iguais na propaganda eleitoral


Na noite desta quinta-feira (9), às 20h30 do horário de Brasília, volta a propaganda política obrigatória nas emissoras de rádio e televisão, agora com uma diferença importante em relação ao primeiro turno, porque os candidatos passam a ter tempos iguais – 10 minutos cada um.

Naquilo que diz respeito à disputa presidencial, Dilma Rousseff é quem irá abrir os trabalhos, pelo seu maior número de votos na eleição de domingo.

Em 13 estados e no Distrito Federal, outros 20 minutos serão destinados aos candidatos a governador.

Isso levará as emissoras a montar estratégias desiguais, para atender ao que é determinado pelo Tribunal Superior Eleitoral.

A Globo, como exemplo, usará o "Jornal Nacional" para balizar a sua grade, com um segundo tempo do jornal nas regiões em que não haverá segundo turno para governador. 

É o que passa a valer até o dia 24.

Debates
Além da Band, na próxima terça-feira (14), a Record também já confirmou o seu debate com Aécio e Dilma para o domingo anterior as eleições, dia 19.

Foi tudo confirmado com os partidos PSDB e PT nas últimas horas.

Formato inovador
Representantes dos partidos PSDB e PT também acertaram detalhes do debate do UOL, Folha, SBT e Jovem Pan, confirmado para o dia 16.

O formato, chamado de "banco de tempo", é inovador e foi inspirado no modelo que a televisão francesa utilizou em 2012, na disputa de Nicolas Sarkozy e François Hollande. Aquele que fala mais no começo paga no fim. A mediação será do Carlos Nascimento.


UOL
Compartilhe no Google Plus