PF investiga Jácome, Jacó e Hermano Morais por distribuição ilegal de combustíveis



yi56io46

O Serviço Público Federal, por meio do Departamento de Polícia Federal, via Superintendência da Polícia Federal no Rio Grande do Norte, instaurou inquérito policial para investigar irregularidades na distribuição de combustíveis durante a campanha eleitoral deste ano pelos candidatos eleitos a deputado federal, deputado estadual Antônio Jácome, presidente estadual do PMN, a deputado estadual, seu filho, vereador Jacó Jácome (PMN), e reeleito a deputado estadual, deputado estadual Hermano Morais (PMDB).

A Polícia Federal identificou o registro dos nomes dos três políticos que disputaram as eleições deste ano em cadastros apreendidos nas eleições deste ano, ao realizar busca e apreensão no Posto das Fronteiras, na Zona Norte, no dia da eleição, após denúncias de distribuição de combustíveis. Os nomes dos dois deputados estaduais e do vereador constavam associados à CAW Distribuidora.

O delegado de Polícia Federal Darlan Ascendino Carlos da Silva, responsável pelo inquérito, encaminhou ofício no último dia 29 de outubro ao Setor Técnico da PF, contendo mídias com informações que poderão comprometer o futuro político dos investigados, caso haja a comprovação de participação em esquema ilegal de distribuição de combustíveis durante a campanha eleitoral deste ano

PERÍCIA

O delegado solicitou um espelhamento das mídias para que Identifique eventuais registros em nome dos candidatos Jácome (Antônio Jácome de Lima Júnior), Jacó Jácome (Jacob Helder, Guedes de Oliveira Jácome) e Hermano Morais (Hermano da Costa Moraes). O delegado também quer saber se há registro de cadastros, contratos, vendas ou de quaisquer outros dados em nome de CAW, provavelmente chamada de CAW Distribuidora, empresa que intermediaria a contratação para distribuição dos combustíveis.

Além disso, o titular do inquérito solicitou a identificação e pormenorização dos eventuais registros encontrados durante a busca e apreensão, inclusive de dados cadastrais da empresa e de seus responsáveis. Em relação a eventuais registros de vendas e/ou abastecimentos, AC consulta poderá se restringir a busca para o período a partir do dia 1 de setembro de 2014.

O delegado quer saber, ao final, se foram encontrados registros (principalmente de venda e/ou abastecimento), que vinculem os candidatos à empresa CAW ou mesmo ao Posto Fronteiras. O pedido também atende petição apresentada pela empresa JMI COM de Derivados de Petróleo – Posto Fronteiras, para que volte ao funcionamento. O posto está interditado desde o dia da busca e apreensão.

HISTÓRICO

No dia da eleição, a PF prendeu diversas pessoas envolvidas com a distribuição de combustíveis. O fato ficou quase que abafado. Até então, falava-se em vários suspeitos, mas só agora, neste ofício, revelado pelo Blog do Primo, vêm à tona os nomes dos candidatos supostamente envolvidos com a distribuição de combustíveis.
Nota de esclarecimento do Deputado Antônio Jácome

Em respeito a verdade e a lisura do pleito eleitoral, venho, através desta nota, esclarecer:

1. Não há nenhuma denúncia ou queixa crime contra qualquer ilicitude eleitoral promovida por mim ou pelo Deputado Estadual Eleito Jacó Jácome, conforme ofício, em anexo, emitido pela Polícia Federal;

2. Antes de emitir esta nota, tomei o cuidado de procurar a Promotoria Eleitoral e a Polícia Federal para averiguar e tomar conhecimento do caso especulado, onde fui informado e assegurado que na diligência efetuada no Posto de Combustível, localizado na Zona Norte de Natal, não há qualquer indício de participação minha ou de Jacó Jácome. A autoridade policial me informou que, pela coincidência de sobrenome com o dono do citado Posto de Combustível, foi solicitada uma averiguação no sentido de abastecimento de combustíveis;

3. Tranquilizo a opinião pública e os nossos eleitores quanto a qualquer tipo de envolvimento meu ou de Jacó Jácome em irregularidades, fraudes ou crimes. Continuarei preservando os meus 26 anos de vida pública sem nenhuma pendência judicial;

4. Por último, recomendo aos inconformados com os resultados livre e democrático das urnas eleitorais que dispensem tempo e energia em outro foco. Nada e nem ninguém ofuscará o brilho da vitória expressiva, quando o Rio Grande do Norte elegeu o seu primeiro Deputado Federal Evangélico e o único representante à Câmara Federal sem sobrenome de família política tradicional.



Antônio Jácome

Deputado Federal Eleito


JORNAL DE HOJE
Compartilhe no Google Plus