Em tempo de Carnatal muito cuidado com as lesões

Professor de Fisioterapia da Estácio oferece dicas importantes
para aproveitar a festa da melhor forma possível

            Fadigas (cansaço físico), torções no tornozelo e joelho, estiramentos musculares e escoriações decorrentes de possíveis quedas: essas são as lesões mais freqüentes que costumam acometer os foliões durante o período carnavalesco ou "carnatalesco", segundo o professor de Fisioterapia da Estácio Anderson Rodrigues. Mas, com alguns cuidados simples é possível prevenir esses problemas e aproveitar o melhor que a data festiva tem para oferecer.

Preparo Físico
            "A falta de preparo físico pode favorecer a ocorrência de lesões e, na maioria das vezes, os indivíduos não se preparam adequadamente", alerta o professor, também especializado em Fisioterapia Esportiva. Ele afirma que uma preparação prévia é fundamental para prevenir problemas desse tipo. Na lista de atividades que podem ser realizadas na preparação do condicionamento físico para os dias de festa estão corrida, Pilates e musculação.
            Para os foliões que não se prepararam a tempo, fica a dica do professor Anderson: "é indicado que haja períodos de pausas durante o dia para evitar a fadiga e, dessa forma, procurar manter os reflexos corporais, o que diminui o risco de lesões", destaca.

Calçados
Segundo o professor Anderson Rodrigues, a atenção, principalmente do público feminino, deve estar voltada ao uso dos calçados adequados. Esta é a hora de deixar de lado o salto alto e usufruir as vantagens de um bom tênis. "Esse calçado promove uma melhor estabilidade corporal e protege os pés", explica. Para o especialista, calçados com saltos, sem amortecimento e que não cubram totalmente os pés, definitivamente não são indicados para as festas de Carnaval por não oferecer a segurança e o conforto necessários.

Se as lesões aparecerem...
            O professor Anderson alerta que receitas caseiras não solucionam os problemas, dependendo da gravidade. A orientação é procurar imediatamente o serviço médico para realizar os primeiros socorros. "Após esse primeiro atendimento, o folião deve seguir as orientações médicas e, assim que possível, procurar um Fisioterapeuta para realizar a reabilitação dessa lesão", finaliza.

Assessoria


Compartilhe no Google Plus