Dilma se reúne com Lula antes de anúncio do corte no Orçamento

O governo definirá o corte orçamentário "às cegas", sem conseguir aprovar na Câmara dos Deputados o projeto de lei da desoneração da folha de pagamento nem garantir o aval dos Senado Federal às medidas provisórias que alteram benefícios trabalhistas e previdenciários


A poucas horas do anúncio oficial do contingenciamento no Orçamento de 2015, a presidente Dilma Rousseff se reúne nesta sexta (22), com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Granja do Torto, casa de campo oficial da Presidência da República. Os ministros Aloizio Mercadante (Casa Civil) e Edinho Silva (Secretaria de Comunicação Social) também participam da audiência.

O corte orçamentário a ser anunciado nesta tarde será da ordem de R$ 70 bilhões e deverá atingir até mesmo vitrines do governo, como o programa Minha Casa Minha Vida. O anúncio será feito pelos ministros da Fazenda, Joaquim Levy, e do Planejamento, Nelson Barbosa.

A agenda com Lula não aparece na agenda oficial divulgada pela Presidência da República, que informa apenas uma audiência com Mercadante no Palácio da Alvorada pela manhã. Até a publicação deste texto, o Broadcast Político não havia obtido retorno da assessoria do ex-presidente.

O governo definirá o corte orçamentário "às cegas", sem conseguir aprovar na Câmara dos Deputados o projeto de lei da desoneração da folha de pagamento nem garantir o aval dos Senado Federal às medidas provisórias que alteram benefícios trabalhistas e previdenciários.

Joaquim Levy está preocupado com as desconfigurações no projeto de lei que revê a política de desoneração da folha. Conforme relatos obtidos pela reportagem, Levy já avisou que "se essa rocha for perfurada", há risco de o País perder o grau de investimento.

Fonte: Estadao Conteudo
Compartilhe no Google Plus