Advogados expõem a presidente do TJ dificuldades operacionais da Comarca de Santo Antônio


Identificação da foto: da esquerda para a direita, advogado Marco Polo Trindade, advogada Magna Letícia, desembargador Cláudio Santos e advogado Marcilio Mesquita.


Os advogados vêm encontrando dificuldades para desenvolver suas atividades junto à Comarca de Santo Antônio, no Agreste do Estado. A situação foi exposta em uma audiência na manhã desta sexta-feira (26) pela Associação dos Advogados do Rio Grande do Norte (AARN), representada pela advogada Magna Letícia (ouvidora-geral da entidade) e pelo advogado Marcilio Mesquita (tesoureiro), ao presidente do Tribunal de Justiça do Estado, desembargador Cláudio Santos. A audiência também teve a participação do advogado Marco Polo Trindade, que representou os profissionais da região coberta pela Comarca de Santo Antônio.
A comitiva da AARN relatou para o desembargador Cláudio Santos problemas que a Comarca está enfrentando, dentre eles a falta de Diretor de Secretaria e de Juiz titular. São dificuldades que vêm inviabilizando o pleno exercício da advocacia naquela região. O presidente do TJ/RN se comprometeu com o grupo em acionar a Corregedoria do Tribunal para estudar as soluções para os problemas apontados pelos advogados.

"Saímos otimistas e confiantes da reunião com o presidente Cláudio Santos, que nos recebeu com muito respeito e cordialidade e demonstrou sensibilidade para com os problemas que estão sendo enfrentados pelos colegas advogados da região de Santo Antônio", destacou a advogada Magna Letícia. 

Assessoria de Imprensa
Compartilhe no Google Plus