Prefeito nega contra proposta e Guardas de Natal iniciam greve de fome


Após negativa do prefeito, Guardas de Natal iniciam greve de fome nesta segunda-feira

Categoria decidiu radicalizar o movimento em virtude da negativa do prefeito Carlos Eduardo

Foto: Divulgação

Os Guardas Municipais do Natal, em greve desde o dia 11 de maio, por tempo indeterminado, reivindicando a aprovação do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração Próprio, direito já garantido na Lei Federal Nº 13.022/14 iniciarão um acampamento e greve de fome neste dia 08 de junho, a partir das 08h, em frente à prefeitura do Natal.

A categoria decidiu radicalizar o movimento em virtude da negativa do prefeito Carlos Eduardo de entregar uma contra proposta no último dia 03 de junho, conforme termo de acordo assinado pelo Secretário de Governo Jonny Costa, Secretária da SEMAD Jandira Borges, Secretário da SEMDES Osório Jácome e SINDGUARDAS/RN.

O Plano de Cargos Próprio é única forma de diminuir a redução de 70% na remuneração dos guardas quando precisam se afastar da escala de serviço, por motivo de doença, aposentadoria ou em caso de morte; garantir o nível médio a as promoções de carreira já conquistadas no Estatuto da Guarda Municipal, Lei Complementar Nº 104/2008.

A direção do SindGuardas/RN seguirá como sempre esteve, pronto para efetivar diálogo e negociação justa que contemple os interesses da categoria e da sociedade.

JORNAL DE HOJE
Compartilhe no Google Plus