Garibaldi quer PMDB na vice-prefeitura de Carlos Eduardo; Hermano acha ‘prejudicial’

 O deputado estadual Hermano Morais pensa diferente das instâncias superiores de seu partido
Visor Político

O senador Garibaldi Alves Filho (PMDB) já tem sua aposição pessoal quando o assunto é eleição para prefeito em 2016: Ele quer que o PMDB, em vez de lançar candidato próprio – como querem alguns integrantes do partido – apoie o prefeito Carlos Eduardo (PDT) em sua campanha para reeleição.

“Em Natal acredito que convergiremos para a candidatura do prefeito Carlos Eduardo. É minha posição pessoal, mas o partido adotando outra posição eu sigo do mesmo jeito”, disse Garibaldi em entrevista ao Novo Jornal. Ele acrescenta que, do seu ponto de vista, poderia haver uma composição na chapa majoritária com o PMDB na vice-prefeitura.

“O debate ainda está aberto porque há quem não comungue com essa ideia. Poderá haver uma composição na majoritária com o prefeito, mas isso é o que eu penso. Ainda não tem nada fechado”, declara o senador.

O deputado estadual Hermano Morais (PMDB), que foi candidato a prefeito em 2012, indo para o segundo turno e sendo derrotado pelo atual prefeito, naturalmente pensa diferente das instâncias superiores de seu partido.

“Tenho opinião diferente da que vem se desenhando pela direção estadual do partido em Natal, porque defendo candidatura própria seguindo a mesma linha que vem sendo adotada por outros municípios do estado de ter candidato nas eleições. O apoio a Carlos Eduardo é prejudicial ao que entendo ser viável, que é um projeto político com candidatura própria”, disse Hermano.
 
JORNAL DE HOJE
Compartilhe no Google Plus