Outubro Rosa: campanhas de prevenção ao câncer de mama e câncer infantojuvenil são discutidas em audiência pública

As campanhas "Setembro Dourado" e "Outubro Rosa" – voltadas, respectivamente, para chamar atenção da população para a prevenção do câncer infantojuvenil e o câncer de mama – foram debatidas durante audiência pública na Câmara Municipal de Parnamirim (CMP). A solenidade foi realizada na manhã desta sexta-feira (16) e teve como propositora a presidente da Comissão Permanente de Saúde, Educação e Assistência Social da CMP, Elienai Cartaxo (PMN).

O evento foi prestigiado e contou com a participação do presidente da Casa, vereador Ricardo Gurgel (PSB); a ginecologista Socorro Morais; vice-prefeita Lúcia Thiago (PSD); presidente da Casa de Apoio à Criança com Câncer Durval Paiva, Rilder Campos; sócia-fundadora do grupo Reviver, Idaíza Fernandes; presidente da Frente Parlamentar Mista de Combate ao Câncer, deputado federal Antônio Jácome (PMN); secretária Municipal de Educação, Vandilma Oliveira, e os vereadores Antônio Batista (PMDB), Giovani Júnior (PSD), Irani Guedes (PRB), Binho de Ambrósio (PSB), Gildásio Figueiredo (PSDB) e a suplente de vereador e ex-secretária de Saúde de Parnamirim, Elisabete Carrasco.

A solenidade foi aberta com discurso da vereadora Elienai Cartaxo. Ela enfatizou a necessidade de difundir as campanhas de prevenção em todos os níveis da sociedade. "É preciso enfatizar, principalmente junto aos órgãos públicos, a necessidade de mostrar à população a importância da prevenção e do diagnóstico precoce da doença", colocou.

A sócia-fundadora do grupo Reviver – cuja missão é ajudar no combate ao câncer em mulheres –, Idaíza Fernandes, deu depoimento sobre a superação da doença e alertou as mulheres. "Em 2010, descobri o câncer. Lutei contra a doença, perdi 30% dos músculos do braço para reconstrução da mama e me aposentei por invalidez. Mas decidi que não podia ficar parada. Precisamos fazer o alerta. As mulheres precisam se tocar e fazer o autoexame da mama todos os meses. Diagnóstico precoce significa cura", disse.

Na sequência, o presidente da Casa Durval Paiva, Rilder Campos, explicou que as entidades que trabalham com o apoio às famílias de pacientes com câncer não precisam apenas da solidariedade da população. "A sociedade precisa dividir responsabilidades. Ninguém está livre do câncer. A doença bate na porta de todo mundo, todos os dias", pontuou.

O presidente da Frente Parlamentar Mista de Combate ao Câncer, deputado federal Antônio Jácome, informou que está viabilizando o envio de uma carreta do Hospital de Câncer de Barretos para realizar mamografias no Estado do Rio Grande do Norte. O deputado falou ainda sobre os números da doença, no país. "Por ano, aproximadamente 560 mil pessoas são diagnosticadas com câncer, no Brasil. É um dado assustador. Alguém pode achar que essa audiência é inócua, mas eu acho que é importante porque desperta a atenção da população", explicou.

O vereador Antônio Batista lembrou que, em Parnamirim, graças a uma ação desenvolvida pela Câmara de Vereadores, existe o projeto "Amigo do Peito", que realiza mamografias em vários bairros da cidade. Desde maio passado, os exames são ofertados e, até o dia 30 deste mês, aproximadamente 4 mil mulheres terão se submetido à mamografia. "Queremos que, até o fim do próximo ano, 25 mil mulheres tenham realizado o exame", falou Batista.

Ainda durante a audiência, mulheres que conseguiram vencer a luta contra o câncer de mama fizeram pronunciamentos emocionados e parabenizaram a iniciativa da CMP em realizar o evento.

Assessoria
Compartilhe no Google Plus