Embratur defende isenção de vistos na Rio 2016 durante participação na WTM

EMBRATUR DEFENDE ISENÇÃO DE VISTOS NA RIO 2016 DURANTE PARTICIPAÇÃO NA WTM

Em Londres, Vinicius Lummertz sinalizou otimismo com a liberação da entrada de estrangeiros nos Jogos Olímpicos e com o potencial incremento no turismo

Presidente da Embratur, ministro do Turismo e embaixador brasileiro na WTM 2015

A abertura do Stand Brasil na World Travel Market (WTM), em Londres, foi marcada pela ampla defesa do presidente da Embratur (Instituto Brasileiro do Turismo), Vinicius Lummertz, à isenção do visto para turistas estrangeiros que virão ao Brasil para acompanhar a Olimpíada e Paralimpíada de 2016. Durante coletiva de imprensa realizada no evento nesta segunda-feira (02), o presidente afirmou que a aprovação do Projeto de Lei que propõe a dispensa de visto foi o início de um processo de ganho de competitividade para o turismo brasileiro.

"A queda da barreira do visto aliada ao bom momento do câmbio nos anima. O turismo ganhará um grande impulso com o incremento do fluxo turístico no período dos Jogos. Esse início de abertura pode significar muito, mas é preciso avançar mais para atrairmos o público estrangeiro antes, durante e depois do mundial", apontou Lummertz, que esteve acompanhado do ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, e do embaixador do Brasil em Londres, Eduardo Santos.

Lummertz também mencionou que durante todo o ano que vem, o Rio de Janeiro será a porta de entrada para uma nação que tem muito a oferecer em termos de belezas naturais, esportes, gastronomia e cultura. "Em todas as feiras e eventos internacionais estamos levando informações e material de divulgação do Rio e de outras cidades brasileiras, para que o público busque diversificar os destinos visitados".

Esta é a 20ª vez que a Embratur participa da WTM, feira que configura-se como um dos mais importantes eventos promocionais de turismo do mundo. Neste ano, a novidade é a parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), que potencializa os investimentos do País nas ações de promoção dos destinos turísticos e no âmbito dos negócios. A iniciativa conjunta também agrega resultados para o turismo com as rodadas de negociações lideradas pela Agência.

Brasil e Reino Unido

Em outro momento, Vinicius Lummertz se reuniu com Christopher Rodrigues, presidente da Visit Britain. Christopher se colocou à disposição para compartilhar sua experiência em Londres, que sediou a última Olimpíada, em 2012. O inglês confirmou que o maior desafio é atrair turistas após o mundial. Para alcançar este feito, os órgãos de governo ingleses se alinharam e trabalharam de forma cojunta. O resultado foi um salto significativo: o número de visitantes passou de 28 milhões no ano olímpico, para 34 milhões no ano seguinte. E o turismo rendeu dois bilhões de libras a mais.

No encontro, foi lembrado que o fluxo turístico entre os dois países é equilibrado. Em 2014, o Brasil recebeu 217 mil turistas do Reino Unido. Enquanto 293 mil brasileiros visitaram, no mesmo período, o Reino Unido, considerado o 9º País emissor de turistas para o Brasil. No total, a movimentação desses públicos girou aproximadamente 500 milhões de libras para a cadeia o turismo.

Ainda nesta segunda-feira (02), Vinicius Lummertz e o ministro Henrique Eduardo Alves estiveram com o diretor executivo da Organização Mundial do Turismo (OMT), Márcio Favilla, e com Xu Jing, diretor da entidade para a Ásia. Na oportunidade, o grupo abordou a cooperação entre Brasil e China, apontando estratégias para que os países avancem no relacionamento e potencializem o turismo.

O presidente da Embratur ficará em Londres até a quarta-feira (04), onde participa, entre outros compromissos, de reuniões com representantes da Organização Mundial do Turismo (OMT) e do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC) para fortalecer a promoção do País no mercado inglês. Além disso, Lummertz cumprirá agenda de imprensa fortalecendo a divulgação dos destinos brasileiros.

Brasil na WTM

O Stand Brasil, na WTM, contempla ações de degustação de gastronomia brasileira, apresentações culturais, mostras de artesanato nacional, dentre outros. Neste ano estão presentes 61 cooperados, entre destinos, operadores, hotéis e associações do trade turístico brasileiro. Uma área específica concentra a promoção dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. Neste espaço estão representados o Rio de Janeiro, como principal sede olímpica, e os destinos Minas Gerais e Amazonas, sedes do futebol, bem como o operador exclusivo das Olimpíadas no mercado do Reino Unido. Para potencializar a interatividade entre os visitantes do Stand e o conteúdo promovido pela Embratur, foram disponibilizados cinco totens interativos com os seguintes conteúdos: Sabores do Brasil (Gastronomia), Patrimônio da Humanidade (Patrimônios UNESCO no Brasil), Jogos Rio 2016, Portal Visit Brasil e Portal Apex-Brasil.

Destinos brasileiros

Os destinos presentes na WTM junto à Embratur apresentam diversificada oferta de produtos de Eco e Aventura. Outro importante segmento da oferta, que recebe especial interesse na estratégia de promoção durante a WTM, é a Cultura. Além de estar intrinsicamente relacionado à promoção de todos os demais segmentos de oferta ou nichos de demanda, os atrativos turísticos culturais brasileiros constituem importantes produtos turísticos por si só, agregando valor ao potencial competitivo do destino Brasil. Os destinos que participam do Stand Brasil são: Amazonas, Ceará, Bahia, Pernambuco, Alagoas, Rio de Janeiro, Angra dos Reis, Santa Catarina e Foz do Iguaçu.
Compartilhe no Google Plus