Edmar Bull estabelece 50 projetos para sua gestão na ABAV Nacional. Conheça os primeiros 16


Nova diretoria da ABAV Nacional

Empossado no início desta tarde, o novo presidente da ABAV Nacional, Edmar Bull, estabeleceu dentro do planejamento estratégico da sua gestão a meta de realizar em dois anos 50 projetos para a entidade. Os projetos serão distribuídos em três pilares estratégicos: Gestão Participativa, ABAV Profissional e Agente Empreendedor.

Dentro desse escopo, 16 já foram desenhados e os demais 34 deverão ser construídos contando com a participação das 27 ABAVs regionais. Fortalecer a imagem da ABAV e gerar maiores resultados para os agentes de viagens associados em todo o Brasil é o objetivo principal, dentro de uma estratégia macro de estabelecer uma visão global através da ABAV Nacional, e atender as necessidades e ações de forma local para cada uma das ABAVs Estaduais.

Os pilares e as metas:

1) Gestão Participativa

- Estimular a inovação, a criatividade e a objetividade;

- Promover a união da Nacional e Estaduais;

- Gerir com estratégia, executar com eficácia e focar no resultado;

- Praticar marketing inteligente, moderno e economicamente viável, priorizando as - mídias sociais;

- Buscar inteligência de mercado na gestão do associado;

- Conquistar novos associados através da geração de valor.

2) ABAV Profissional

- Profissionalizar a gestão associativa da ABAV Nacional e das ABAVs estaduais;

- Contratar um Diretor Executivo, profissional experiente do mercado;

- Criar o Fórum ABAV com reuniões trimestrais com presidentes das ABAVs estaduais;

- Centralizar ações e decisões de comunicação institucional;

- Promover a depuração e consolidação dos dados estatísticos gerados pelo mercado;

- Organizar Grupos de Trabalho para buscar solução para os problemas do dia-a-dia do agente de viagens.



3) Agente Empreendedor

- Estabelecer uma política nacional de qualidade, padronização e automação de processos nas agências de viagens e ABAVs;

- Intensificar projetos de capacitação com foco na ampliação das atividades, diversificação de negócios e expansão da matriz de serviço do agente de viagens;

- Democratizar o acesso às novas tecnologias gerando a oportunidade de transformar cada agência de viagens associada em uma OTA;

- Criar o Registro Profissional ABAV, vinculado a universidades de turismo, com apoio e reconhecimento dos Ministérios da Educação e do Turismo.

Assessoria
Compartilhe no Google Plus