Número de mortos em deslizamento na China sobe para 22, diz agência

Miembros de los equipos de rescate buscan supervivientes del corrimiento de tierras registrado alrededor de una centran hidroeléctrica en la localidad china de Sanming. EFE
O número de mortos em um deslizamento de terra na província chinesa de Fujian subiu para 22, com 17 pessoas ainda desaparecidas, relatou a mídia estatal nesta segunda-feira.
O deslizamento, provocado pela forte chuva no domingo, atingiu uma estação de energia hidrelétrica que estava sob construção na província de Fujian. O presidente Xi Jinping ordenou que autoridades locais aumentassem os esforços de resgate.
"Até 1h da manhã, 22 corpos foram encontrados no local e duas pessoas que estavam na lista de desaparecidos foram encontradas vivas e salvas", relatou a agência de notícias estatal Xinhua, citando autoridades.
De acordo com a agência, a chuva persistente tornou os esforços de resgate mais difíceis.
O desastre de domingo é o acidente mais recente a levantar dúvidas sobre padrões de segurança industrial da China e falta de supervisão sobre anos de rápido crescimento econômico.

Reportagem de Michael Martina
PEQUIM (Reuters)
Compartilhe no Google Plus