Veja quais bairros são campeões em homicídios de Natal


O Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO) vem desempenhando uma das maiores ações de registro dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), que contém os dados de homicídios e de outras modalidades de crimes que durante os primeiros anos do governo de Robinson Farias, norteou as ações da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed).

Em gráficos repassados ao Portal 190rn.com nesta quinta-feira (8), o OBVIO apresentou o ranking dos bairros mais violentos da cidade de Natal onde o bairro de Nossa Senhora da Apresentação ocupa a primeira colocação no número de CVLI’s com 49 crimes violentos, incluindo homicídios.

Felipe Camarão, é o segundo bairro mais violento de Natal com 40 crimes, seguido dos bairros Pajuçara com 35, Potengi com 25, Lagoa Azul com 23 casos e uma lista decrescente dos bairros que já registraram homicídios neste ano de 2016.


Na divisão por zonas da Cidade, a zona Norte apresentou um aumento de 20,9% com relação ao mesmo período do ano passado, sendo a área mais violenta de Natal. Na zona Oeste, o aumento foi de 28,9% com 147 ocorrências. Nas zonas Leste e Sul, o aumento dos crimes foi de 28,6% e 61,1% respectivamente, onde da zona sul da capital, foram registrados 29 assassinatos.


No relatório repassado a nossa reportam, também foi apesentado os dados de acordo com as cidades da região metropolitana, onde Natal, Parnamirim e São Gonçalo do Amarante, são as primeiras colocadas seguidas das cidades mais próximas ao coração do RN.


“A Metodologia Metadados garante a interpolação de diversas fontes em três núcleos coletores e de pesquisa de dados: um núcleo acadêmico, um núcleo jornalístico e um núcleo de análises criminais, com isso, todo o mapeamento obtido é inserido num Metabanco onde as dados devidamente auditados, se conectam e viram informações céleres que podem se usadas em estratégias prognósticas em eventos crimes, explicou o Professor Ivenio Hermes, integrante do OBVIO.

O OBVIO é grupo de pesquisa registrado no CNPQ pelo Departamento de Agrotecnologia e Ciências Sociais da UFERSA – Universidade Federal Rural do Semi-Àrido, que utiliza a Metodologia Metadados sobre uma plataforma de múltiplas fontes de informação espalhadas por todo estado do Rio Grande do Norte, tornando o grupo, uma das fontes mais oficiais e de credibilidade, quanto aos registros da violência no Estado do Rio Grande Do Norte.

PORTAL 190 RN
Compartilhe no Google Plus