Fenômeno editorial: Augusto Cury lidera listas de vendas de ficção e não ficção

Imagem: Divulgação
Em feito inédito, Augusto Cury lidera os rankings de vendas de ficção e não ficção no Brasil

Em um país em que os índices de leitura estão bem abaixo das expectativas como o Brasil, um raro fenômeno no mercado editorial chama a atenção: Augusto Cury. Médico, psiquiatra, psicoterapeuta, pesquisador e escritor, Cury é líder tanto no segmento de ficção quanto o de não ficção. Seu último romance, O Homem mais Inteligente da história, está em primeiro lugar em vendas de acordo com informações do site Publishnews, enquanto que na categoria de não ficção seu nome figura três vezes no ranking dos principais livros mais vendidos também.

Esses dados impressionam, tendo em vista que o Brasil não está muito bem colocado quando o assunto é leitura. De acordo com uma pesquisa do NOP World Culture Score Index para medir hábitos de consumo midiáticos em 30 países, o Brasil se classificou na 27ª posição no ranking de leitura, a frente apenas de Taiwan, Japão e Coreia. A mesma pesquisa mostrou que o brasileiro dedica, em média, apenas cinco horas e 12 minutos por semana para a leitura de livros.

Outra pesquisa, a Retratos da Leitura no Brasil, diz que 44% da população brasileira não lê e 30% nunca comprou um livro. A média de leitura do brasileiro é 4,96 livros por ano – desses, 0,94 são indicados pela escola e 2,88 lidos por vontade própria.

Augusto Cury foi citado nessa pesquisa como o primeiro dos sete autores mais lembrados e o livro Nunca desista de seus sonhos foi um dos últimos livros que os entrevistados tinham lido na época.

O escritor alcançou o reconhecimento nacional e internacional, tornando-se o autor mais lido da última década, de acordo com o jornal Folha de S. Paulo, revistas Veja e IstoÉ. Seus livros são publicados em mais de 70 países e já vendeu mais de 28 milhões de livros somente no Brasil. Recebeu o prêmio de melhor ficção do ano de 2009 da Academia Chinesa de Literatura, pelo livro - O Vendedor de Sonhos - que ainda em 2016 será lançado como filme nos cinemas.

Augusto Cury é autor da Teoria Inteligência Multifocal, que analisa o processo de construção dos pensamentos e é objeto de estudo em cursos de graduação, pós-graduação, mestrado e doutorado nos EUA, Europa e Brasil. Também é idealizador do programa da Escola da Inteligência, Menthes e Gênios, empresas que compõem o Grupo Educacional (GEAC), que atua com o objetivo de contribuir na melhoria da qualidade da educação e no desenvolvimento da inteligência socioemocional de crianças, adolescentes, adultos e empresas, além de promover cursos voltados para o desenvolvimento humano.

Assessoria
Compartilhe no Google Plus