Cobertura exclusiva completa: Final da Champions League 2017

03.06.2017
Fotojornalista: Sandra Kelch

A final da Champions League 2017 em Cardiff, capital de Wales no Reino Unido, foi novamente - como todo evento organizado pela UEFA, uma festa espetacular.

O estádio com 66 mil lugares estava lotado. E como já era de se esperar todos os torcedores estavam eufóricos. Se nas ruas as pessoas já mal se continham de ansiedade pelo jogo, isso no estádio se exponenciou.


Fãs de todo mundo vieram para esta grande final, que é o maior evento esportivo anual do mundo. É estimado que 160 milhões de pessoas assistam este jogo ao vivo.



Com o estádio já lotado entram os times para o aquecimento. Do lado do Real Madrid, Cristiano Ronaldo esteve durante todo o aquecimento engajado em motivar fortemente os companheiros do time.



Enquanto isso, em volta das arquibancadas andava a Zebra mascote do time Juventus, fazendo o mesmo papel de motivação, porém da torcida.



CERIMÔNIA DE ABERTURA

Entre o aquecimento e o início do jogo houve a cerimônia de abertura com uma apresentação do grupo Black Eyed Peas. As músicas foram acompanhadas de efeitos com fogos de artifício e dançarinos fazendo performances.

A última música tocada então foi "I got a feeling"; eu tenho um sentimento... que hoje será uma grande noite...




Depois do show, foi trazida a cobiçada taça, que teria seu  nome gravado ao final do jogo quando se sabe quem é o novo campeão.





Entram os times e já se sente o nervosismo dos jogadores, que estavam extremamente irrequietos, o que não é difícil de entender.




 A PARTIDA

Logo depois da apresentação dos jogadores, eles se organizaram para a famosa foto do time.



Os jogadores brasileiros que começaram a partida foram Dani Alves e Alex Sandro no Juventus e Casemiro e Marcelo pelo Real Madrid.

Como era de se esperar em uma final de campeonato europeu, o jogo foi muito intenso.
E os jogadores brasileiros pareciam estar em todos os lances !







 Aos 20 minutos faz Cristiano Ronaldo seu primeiro gol, resultado de um passe de Carvajal.








A felicidade do Real Madrid foi tanta que as comemorações pareciam não acabar.




 Continua então o jogo e Juventus sabe que tem que reagir rápido se quer um resultado positivo.





E os esforços rendem resultado; 7 minutos depois do primeiro gol, Mandzukic balança a rede do Real Madrid. 1 x 1: o jogo praticamente começa de novo.


Continua o jogo no Millennium Stadium. Confrontam-se em várias jogadas os brasileiros.





Termina o primeiro tempo.

Depois da pausa os times voltam cheios de ação.







Allegri comeca a demonstrar nervosismo.






É quando então, aos 61 minutos que Casemiro, chamado na Espanha de "Casemito" faz o segundo gol do Real Madrid.


 É uma partida com grandes emoções. E, novamente aumenta a pressão para o Juventus.


Cristiano Ronaldo, porém, nao se deixa influenciar e aos 64 minutos, para o desânimo dos torcedores do Juventus, faz seu segundo gol, o terceiro do Real Madrid, e o quarto da partida.




Buffon, goleiro italiano do Juventus, não parece estar muito tranquilo, o que é natural uma vez que ele sabe que fica difícil a situação de seu time.



 Alex Sandro continua ativo buscando uma virada do jogo.




Começam a ser feitas algumas substituições em ambos times, e entra Gareth Bale, o jogador de Wales. O torcida reage muito positivamente a esta mudança. 

Para o desespero do Juventus Juan Cuadrado recebe cartão vermelho (resultado do segundo amarelo) por um lance com Ramos.

 


É grande a reação no estádio, nem o técnico nem a torcida do Juventus parecem aceitar este julgamento do juiz.




Continuam as trocas de jogadores. Como se aproxima do final do jogo Zidane parece dar a chance de seus jogadores mais ativos durante a temporada estarem em campo em data tao importante. Em uma destas subtituicoes coloca Marco Asensio, que poucos instantes depois de sua entrada faz, aos 90 minutos de jogo, o quarto gol do Real Madrid, resultado de uma assistência de Marcelo.




E assim acaba o campeonato: Real Madrid é campeão. 

E não apenas campeão do ano, mas fez história: 
é o primeiro time vencer duas vezes consecutivas mantendo assim a taca do campeonato com o formato atual.



 A ENTREGA DA TACA E A CELEBRACAO

Buffon não conseguia acreditar no que estava acontecendo: havia chegado tão perto de encerrar sua carreira com a vitória do campeonato e estava vendo naquele momento este sonho não se realizando.



Enquanto isso, os jogadores brasileiros do Real Madrid se acercavam de seus companheiros de seleção para tentar confortá-los dentro do possível. É difícil, mas apenas um dos times pode ser o campeão.



E chegou enfim o momento tão esperado pelo Real Madrid !

A entrega da taça de sua 12a. vitória.



 








Depois do vestiário, o time passa pela última rodada de perguntas das mídia e vai para o ônibus.

No caminho do ônibus, uma surpresa: o abraço carinhoso de Cristiano Ronaldo ao presidente do clube e a última celebração deste senhor, que tem todos os motivos para estar muito feliz, afinal 2017 foi o ano de vitória do campeonato espanhol La Liga e agora do campeonato europeu mais importante !




O ônibus partiu diretamente para o aeroporto.


Domingo, dia 04 de junho, continuarão as celebrações, desta vez em Madrid, com os torcedores madriditas !

Hala Madrid, y nada más !






Compartilhe no Google Plus