CODERN estima que Cruzeiro Seabourn Quest pode ter movimentado até R$ 300 mil na economia local

O início da nova temporada de Cruzeiros do Porto de Natal aquece a economia local e é considerada importante pelo comércio nesse momento delicado de crise que se atravessa. A Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) estima que o Seabourn Quest possa ter deixado até R$ 300 mil, já que os turistas fazem passeios turísticos e compras, além de visitar shoppings e restaurantes. É uma média de gasto de R$ 200 dólares por passageiro.

Os 428 passageiros da embarcação de luxo de 32.000 toneladas cúbicas de espaço, distribuídas por 198m de comprimento e 28m de largura, em 15 decks de acesso público, chegaram às 07:30 e deixaram a cidade às 17h15 desde sábado (18), após partiram de Miami (EUA), passarem pela Guiana Francesa e chegarem ao Brasil pela capital do RN. A próxima parada é em Recife (PE).

Os passageiros estão distribuídos em 225 amplas suítes de luxo, das quais 202 têm varanda e sete têm acesso facilitado para cadeiras de rodas. O navio dispõe de seis bares e salões para serem aproveitados a bordo, assim como um centro de fitness, salão de shows, piscinas, saunas, e uma marina retrátil que permite os hóspedes nadarem, praticarem o snorkel, windsurf, caiaque, ou ski aquático, sem terem que se ausentar do navio.

A Previsão da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) é receber 10 Cruzeiros na nova temporada e o próximo está programado para 30 de novembro. 

Foto: Durval Ribeiro/Superservice
CODERN
Compartilhe no Google Plus