Final de semana violento em Mossoró com assassinatos e tentativas de homicídios


Elton da Silva Bispo "Eltinho" foi assassinado na Rua Coelho Neto no Bairro Boa Vista

A cidade de Mossoró, localizada na região Oeste do Rio Grande do Norte, voltou a viver uma final de semana violento com registros de homicídios e tentativas de homicídios. 

De sexta feira dia 01 até este domingo dia 03 de dezembro, a cidade registrou três homicídios em bairros distintos, elavando para 220 o número de pessoas assassinadas no ano de 2017. 

Foram registradas ainda cinco tentativas de homicídios,onde as vítimas ficaram feridas a bala e até o momento todas sobreviveram. 

HOMICIDIOS

Os homicídios tiveram início na noite de sexta feira,(01) onde a pessoa de Elton da Silva Bispo, 28 anos de idade, que residia no Bairro Belo Horizonte, foi morto a tiros em via pública, na Rua Coelho Neto no Bairro Boa Vista. 

Na manhã de domingo (03), mais um homicídio na cidade, desta vez no Bairro Bom Jesus. A vítima, Daniel Kelson, conhecido como "Kel", morador das Malvinas, foi alvejado com sete disparos de arma de fogo e morreu, quando tentava sair do seu veículo. 

O crime foi registrado por volta das 06h00min, na Rua Manoel Balbino da Costa, próximo a Caixa D'agua do bairro. 

Ainda na manhã de domingo (03) meia hora após o homicídio no Bom Jesus, a polícia militar registrava mais um assassinado, desta vez no Bairro Bom Jardim. 

Sidney Lima Filgueira, 32 anos, foi morto a facadas, depois de uma discussão com um vigia, na Rua Nilo Peçanha, região do Alto do Louvor. 

A vítima foi atingida com duas cutiladas de faca, sendo uma na mão e outra fatal no coração. Sidney morreu em via pública a poucos metros de sua residência. 

Os corpos foram encaminhados para o setor de Medicina Legal do Instituto Técnico e Científico de Perícia (ITEP), onde foram necropsiados e liberados para sepultamento. 

Até o momento nenhum suspeito foi preso. 2017 já tem três homicídios a mais do que todo o ano de 2016, onde foram registrados 217 assassinatos.

TENTATIVAS DE HOMICÍDIOS

Além dos homicídios Mossoró registrou neste fim de semana cinco atentados a bala com cinco pessoas alvejadas e atendidas no Hospital Regional Tarcísio Maia. 

- Jackson Antônio Borges de Morais 21 anos, foi baleado na manhã de sexta feira 01 de dezembro, no bairro Alameda dos Cajueiros em Mossoró no Oeste Potiguar. 

Segundo informações, a vítima conduzia um carro de cor prata, quando foi perseguida por três homens, que também ocupavam um veículo e que atiraram várias vezes contra a vitima que foi socorrida por populares para a Unidade de pronto Atendimento (UPA) do São Manoel e depois transferido pelo SAMU para o Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM). 

- Willian da Silva Melo, residente na Rua Dom Helder Câmara,no Bairro belo Horizonte foi baleado com um tiro nas costas, na noite de sexta feira (01) na Rua Coelho Neto no Bairro Boa Vista. 

Ele estava de moto em companhia de um amigo identificado como Elton da Silva Bispo, quando foram surpreendidos por uma depla de motocicleta que se aproximaram e atiraram contra os dois. 

O amigo de William morreu no local,enquanto que ele foi socorrido por populares para o Hospital Regional tarcísio Maia. 

- Erica Carolina Damasceno de 20 anos estava com o esposo no carro da família, quando foi baleada na manhã de domingo (03) no Bairro Bom jesus. 

A jovem foi socorrida por populares para o Hospital Regional Tarcísio Maia, enquanto que seu marido, Daniel kelson, oo "Kel" morreu no local. 

- Luan Victor da Silva Oliveira, 21 anos, foi alvejado por disparos de arma de fogo, na manhã de domingo (03) na região do Belo Horizonte. 

Ele foi socorrido por populares para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro e depois transferido pelo Samu para o Hospital Regional Tarcísio Maia. Não há informação sobre a motivação do atentado. 

- Cinthya Tereza Martins,foi alvejada por quatro disparos de arma de fogo, dentro da casa da mãe, na tarde de domingo (03), na Rua Cunha da Mota, no Bairro Alto da conceição. 

O ex-marido dela, suspeito do crime, foi preso em flagrante ainda com a arma na mão. Segundo apurou a polícia, a motivação do crime, foi devido a separação do casal.

Fim da Linha
Compartilhe no Google Plus