Mercado: 2018 poderá ter uma "overdose de feriados", veja como se programar

Resultado de imagem para feriado imprensado
Imagem: Click PB
Feriado é bom para relaxar,  emendar vários dias e aproveitar para fazer uma viagem em família ou com amigos. Mas quando se tem muitos feriados e ainda no meio do caminho uma copa do mundo com jogos no meio do expediente? 

De acordo com o consultor empresarial Távio Almeida, da Gomes de Matos Consultores Associados, datas comemorativas podem elevar muito o faturamento de uma empresa. Mas para que a estratégia seja vencedora, é preciso pensar na frente e agir com antecedência. "A chegada do novo ano é um bom momento para observar o calendário. Enquanto alguns esperam os feriados, algumas empresas já fizeram um planejamento estratégico para 2018 e estarão executando suas metas ainda no primeiro trimestre do ano", explica.

Para empresas com objetivos reais, o carnaval só acontece durante o carnaval. Normalmente o país tem nove feriados nacionais, sete pontos facultativos por ano. Exceção se algum desses dias cai no fim de semana.

Mas em 2018 poderemos ter mais feriados e imprensados por causa da Copa do Mundo, com seus horários de jogos em meio ao expediente,  e ainda uma eleição.

De acordo com o consultor, antes do descanso, é preciso enxergar as oportunidades e os desafios. "Um feriado que cai em dia útil quase sempre exige do empreendedor ajustar sua rotina para evitar quebras na produção, nas vendas ou prejudicar prazos na execução de serviços", ressalta e reforça que caso a decisão seja por trabalhar nessa data, é preciso calcular horas extras, lembrando que é devido um acréscimo de 100% à hora de trabalho do funcionário que exercer jornada em domingos ou feriados.

Além dos cálculos, o empresário ou gestor precisa usar o bom senso. Em algumas atividades, vale a pena conceder a emenda de feriado (dar folga na sexta após um feriado na quinta, por exemplo). Embora a perda evidente de produtividade, há um ganho motivacional ao colaborador. "É preciso garantir que o dia não trabalhado seja recuperado de alguma forma", salienta Távio Almeida.

Empresas que mantêm acordos de compensação de horas com seus funcionários podem se valer da estratégia em casos de emenda. Outra opção é o banco de horas, sendo utilizado o saldo do colaborador para cobrir o dia sem atividades. É uma boa para o empresário, que não precisa arcar com horas extras, e para o trabalhador, que tem no descanso um incentivo à qualidade de vida.

Não existe uma solução perfeita, pois tudo depende da realidade do seu negócio. Mas se há algo que se aplica a todos eles é a palavra planejamento. É preciso analisar prós e contras de todas as medidas possíveis para que a decisão seja a mais acertada possível. Não esqueça de consultar a sua equipe previamente.

Para quem trabalha no comércio, especialmente, os feriados são um problema, mas as datas comemorativas uma solução. O que acontece é que no varejo é mais difícil fechar as portas justamente no dia em que muitas pessoas estão de folga e podem se dedicar às compras. Por outro lado, ocasiões especiais ao longo do ano funcionam como um chamariz para as vendas e podem se relacionar positivamente com o faturamento.

As datas comemorativas geram oportunidades também para outros setores. O que vai aproximar a sua empresa do sucesso é a criatividade da ação (e da promoção) proposta.

Seja qual for o seu negócio, é preciso se preparar muito bem para esse momento. Isso significa detalhar uma estratégia que seja viável financeiramente, que interesse ao seu cliente e que reverta em benefícios à empresa e não acabe gerando insatisfação daqueles que compram de você. Podemos resumir esse ponto em três observações:
  • Conheça o seu cliente: qual o perfil daquele que compra de você, que benefícios ele procura e o que o atrai quando busca seus produtos ou serviços?
  • Conheça o seu concorrente: no que ele se diferencia de você, como se prepara para esses eventos e quais são as suas fragilidades?
  • Conheça a si mesmo: o que você vende, como vende e que segurança e confiança passa sobre aquilo que oferece?
Há várias formas de explorar uma data comemorativa, desde o cuidado com a vitrine e a aposta em uma decoração temática de todo o espaço, também iniciativas de interação, animação e teatralização de loja, preços atrativos, descontos, venda cruzada, venda adicional, garantia estendida, entre outras tantas possibilidades.
O segredo, como já comentamos, é estar preparado e elaborar um planejamento que torne a sua estratégia viável de ser aplicada. Para tanto, leve em consideração mais estas quatro dicas:

1. Antecipe-se
Negociar antecipadamente com fornecedores aumenta a chance de conseguir bons preços e condições de pagamento. Além disso, você se previne do risco de atrasos na entrega ou mesmo de não encontrar determinado produto no mercado, tendo que buscar outro fornecedor.
2. Cuide do estoque
Ao conhecer o que seu público busca em cada data comemorativa, você consegue prever no estoque esses produtos. O próximo passo é integrar o espaço com as vendas e qualificar o controle.
3. Treine a equipe
Todos os setores da empresa precisam estar preparados para responder com qualidade e agilidade às demandas, principalmente em datas especiais, que costumam ser de loja cheia. Dê atenção aos vendedores para que caprichem na abordagem e solucionem as necessidades dos clientes.
4. Comunique o cliente
Tanto para atrair novos clientes quanto para trazer de volta os antigos compradores, faça com que saibam das suas ações. Usar as redes sociais para isso é uma das formas mais baratas de promover uma estratégia de marketing em pequenas empresas.
Agora que já tem boas dicas para traçar um plano para vender mais, veja que algumas datas importantes para a sua empresa em 2018. Até mesmo o Dia das Bruxas, que vem crescendo em popularidade no país, não pode ficar de fora. 

Távio Almeida acredita que com informados privilegiadas, oriundas de um planejamento estratégico, o empresário possa  construir uma estratégia vencedora. E por que não aproveitar o bom planejamento em outros momentos? Estamos falando de datas alternativas, que também atraem cliente e que podem ser identificas de acordo com o seu segmento de mercado.
Compartilhe no Google Plus