Homem é condenado a 32 anos de prisão por matar casal em São Rafael RN




O Tribunal de Júri Popular da Comarca de Assu/RN, julgou e condenou nesta segunda-feira 07 de maio, o réu Francisco Paulino da Silva Júnior, o "Fabinho de 200", pelo assassinato do casal Silveira Lopes dos Santos e Nelma Lúcia Ferreira.

O crime ocorreu em 25 de maio de 2014 na cidade de São Rafael RN. O acusado foi sentenciado a 32 anos de reclusão em regime fechado, sendo 16 anos por cada um dos mortos.

SOBRE AS INVESTIGAÇÕES

As investigações da delegada de polícia civil Paoulla Benevides Maués, revelaram que o casal foi morto com disparos de arma de fogo, quando estava descansando em casa, em duas redes, na cidade de São Rafael.

O suspeito entrou ao local e disparou contra os dois. Os primeiros tiros foram na cabeça de Silveira e após Nelma ter perguntado o porquê dos tiros, ele também disparou contra ela.

“Antes de Silveira conviver com Nelma, ele era companheiro de Joana Darc Silva de Araújo, Kaká, com quem teve duas filhas. Ele separou-se de Joana e foi viver com Nelma. Enquanto isso, Joana começou a relacionar-se com `Fabinho de Duzentos´ e foi proibida por ele, de encontrar-se com Silveira. 

Joana acabou a relação com Fabinho e passou a ter contato com Silveira, pai de suas filhas. Mesmo separado de Kaká, Fabinho de Duzentos continuou a não aceitar as aproximações dela com Silveira e decidiu matá-lo”, detalhou a delegada Paoulla Benevides Maués.

Focoelho | FIM DA LINHA
Compartilhe no Google Plus