Restaurantes da Rede Camarões são certificados pelo Programa Alimentos Seguros do Senac



Os quatro restaurantes da Rede Camarões receberam certificação do Programa Alimentos Seguros (PAS), concedido pelo Sistema Fecomércio RN, por meio do Senac. O atestado de conformidade em Boas Práticas é uma garantia de excelência na segurança alimentar para os clientes.

Na última segunda-feira (18), o Camarões Restaurante, em Ponta Negra, recebeu seu certificado, encerrando o ciclo de auditorias realizadas pelo Senac nas empresas da Rede.

Com 29 anos de atuação, o grupo Camarões atende diariamente cerca de três mil pessoas. Atualmente, é a primeira franquia de restaurantes comerciais certificados pelo PAS no Rio Grande do Norte.

Para a empresária Clara Bezerra, a certificação é um selo de qualidade que garante os padrões executados pela organização. "A manipulação segura de alimentos é uma bandeira com a qual trabalhamos há vários anos. Estamos empenhados com o controle da qualidade em todas as etapas dos nossos processos. Agora, com o certificado do PAS, nossa responsabilidade só aumenta", afirmou.

A diretoria de educação profissional do Senac RN, Lucinete Araújo, explica que donos de estabelecimentos como hotéis, restaurantes, bares, lanchonetes, padarias, supermercados e quiosques têm grande responsabilidade com a qualidade de seus produtos e precisam seguir as Boas Práticas, um conjunto de procedimentos higiênico-sanitários instituídos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

Com o Programa Alimentos Seguros (PAS), o Senac auxilia estes profissionais por meio de cursos e consultorias, trazendo de forma simples e prática os assuntos relacionados à segurança dos alimentos. As empresas certificadas pelo PAS passam por auditorias e ganham em competitividade, uma vez que se destacam junto aos consumidores.

"Nos últimos anos, o mercado de alimentação fora do lar registrou bons números de crescimento. Com a concorrência cada vez mais acirrada, saem na frente os empresários que se preocupam com a qualidade dos produtos e serviços que oferecem e levam para a pauta de prioridades temas como segurança alimentar e as boas práticas de manipulação", afirmou a diretora de educação profissional.
Compartilhe no Google Plus