Adolescente envolvido na morte de filho de ex-prefeito do RN é posto em liberdade assistida

Imagem relacionada
Imagem: Divulgação

O adolescente apreendido após o assalto que resultou na morte do jovem Benes Júnior, de 16 anos, em agosto, foi posto em liberdade assistida nesta quarta-feira, 12. A Justiça acatou entendimento do Ministério Público, que indicou que o adolescente havia participado apenas do roubo, mas não da morte de Benes, ou da de Mateus da Silva Régis, de 17 anos, membro do grupo criminoso que acabou morto na troca de tiros com a polícia.

Após deixar a unidade socioeducativa em que estava, o adolescente foi posto em liberdade assistida e deverá prestar serviços à comunidade por seis meses, participando de palestras, cursos e, caso não volte a infringir a lei neste período, conseguirá sua liberdade definitiva de volta.

O processo que investiga o caso da morte de Benes Jr., filho de Benes Leocádio (ex-prefeito do município de Lajes), corre em segredo de Justiça. A Polícia Civil segue sem divulgar informações sobre a apuração.

Caso

O filho do ex-prefeito do município de Lajes, Benes Leocádio, morreu após ser baleado durante um sequestro relâmpago no dia 15 de agosto, em Natal. Ele foi rendido por dois bandidos no bairro Tirol, nas proximidades da Praça Augusto Leite.

Após o sequestro, os bandidos seguiram em um veículo em direção à zona Norte. Na avenida Moêma Tinoco, os bandidos foram interceptados por uma viatura de quatro policiais do 4º Batalhão da PM que já estavam a par do crime.

Durante a troca de tiros, o filho de Benes Leocádio foi alvejado e levado às pressas para a UPA de Pajuçara, mas não resistiu ao ferimento. Ainda no tiroteio, um dos bandidos também morreu no local, o segundo foi apreendido (sob afirmação de que tinha 16 anos) e levado à Central de Flagrantes. Um revólver calibre .58 foi apreendido com os bandidos.

Com informações do Nova Cruz Oficial
Compartilhe no Google Plus