Cientista mexicana consegue curar o papilomavírus humano em 100% das mulheres. Vai salvar milhares!

Ela estava trabalhando nisso há 20 anos e conseguiu impedir a doença sexu@lmente transmissível mais comum no mundo.

A ignorância sobre as doenças sexu@is é geralmente uma das principais razões pelas quais elas se espalham com muita facilidade. Em todos os países, o desafio é educar sexu@lmente a população para ser mais responsável quando se trata de estar com alguém.

No entanto travar a propagação de doenças não será algo fácil nunca, incluindo dados de grandes organismos como a Organização Mundial da Saúde (OMS) especifica que 80% das pessoas que são sexu@lmente ativas são infectadas com o vírus do papiloma humano (HPV) e normalmente estes mesmos 80% não sabem que o possuem.

Mas calma, surgiu a grande descoberta do Dr. Eva Ramón Gallegos, pessoa encarregada de dirigir a equipe científica do Instituto Politécnico Nacional (IPN) do México que conseguiu erradicar 100% o HPV em 29 mulheres da capital mexicana.

Ramón Gallegos e sua equipe não estão apenas fazendo uma contribuição fundamental para a ciência, mas também estão dando um passo imenso para impedir a segunda maior causa de morte das mulheres mexicanas.

Seu método é a fototerapia dinâmica, uma técnica não invasiva que pode erradicar lesões pré-malignas do câncer do colo do útero em seu estágio inicial. O tratamento foi dado até três vezes em intervalos de 48 horas.

A médica também apontou pontos importantes como o de que o tratamento é livre de efeitos colaterais, ao contrário de outros métodos, e se concentra apenas nas partes danificadas e não nas saudáveis.

Embora haja falta de apoio econômico para sua comercialização, estamos falando de um grande passo para a ciência que salvará muitas vidas.

***

Tradução feita pela CONTI outra, do original de UPSOCL

The post Cientista mexicana consegue curar o papilomavírus humano em 100% das mulheres. Vai salvar milhares! appeared first on CONTI outra.



source https://www.contioutra.com/cientista-mexicana-consegue-curar-o-papilomavirus-humano-em-100-das-mulheres-vai-salvar-milhares/
Compartilhe no Google Plus