Para dias impossíveis

Eu desejo que você consiga ter calma para analisar racionalmente o andamento das suas emoções. Sim, porque é possível você entender os seus sentimentos sem que a sua razão saia do lugar, mesmo que esteja atravessando os dias mais impossíveis.

Eu entendo dessas manhãs e noites onde nada parece melhorar, onde o nó na garganta é tão apertado que nem força de pra gritar você tem. É bem mais fácil e rápido ceder ao acaso e deixar tudo por conta da maré. E são nesses dias angustiantes e impossíveis de lidar que perdemos mais um pouco da nossa história. É sobre quando questionamos a nossa própria identidade, o nosso lugar no mundo, o nosso propósito.

Mas tem jeito. Tem mesmo. Eu vi lá na frente e o caminho muda. Você muda. Só que pra qualquer futuro descansar esse presente impossível, temos que assumir a responsabilidade das escolhas que fazemos. Porque para cada pequeno ou grande gesto, o universo trata de não esquecer de retornar o que merecemos. Às vezes não é como esperamos, mas cada instante reverbera e, mais adiante, mostra-nos a sua real intenção, o seu aprendizado.

Eu peço baixinho pra vida não te abandonar. Peço para que você não se abandone, principalmente. Dias impossíveis como o de hoje que você está vivendo acontecem. É besteira querer fugir deles ou fingir que eles não existem. O que você é capaz de transformar é o que virá depois deste dia. Tire um tempo maior para conhecer as suas emoções. Não as maltrate com comparações ou pressas idealizadas por você. Tenha serenidade, seja razoável, cuide-se.

A razão ainda é amor. A diferença é que ela simplesmente não ignora os seus limites te levando para um abismo de tristezas impossíveis de superar.

***

Photo by freestocks.org from Pexels

The post Para dias impossíveis appeared first on CONTI outra.



source https://www.contioutra.com/para-dias-impossiveis/
Compartilhe no Google Plus