Enfrentando problema de saúde, menino abre padaria para ajudar os mais necessitados

A paixão de Michael Platt por panificação só se iguala ao seu desejo de ajudar outras pessoas. Desde muito pequeno, o hoje adolescente de 13 anos se sente afetado por questões em torno da justiça social, particularmente a desigualdade de renda e a fome infantil.

“Eu realmente me sinto tocado pelo tema desde a primeira série,” disse o adolescente, que mora na cidade de Bowie, em Maryland (EUA). “Eu tentei fazer algo sobre isso… eu decidi assumir essa causa e combater a fome. Ao meu ver, a comida é um direito, não um privilégio. ”

O menino, que se inspira na mensagem de paz e igualdade do pastor protestante e ativista político Martin Luther King, cresceu acreditando que poderia sim fazer a diferença , especialmente depois que um diagnóstico forçou-o a se afastar da escola pública na sexta série. Michael tem epilepsia e, quando suas convulsões se tornaram severas e frequentes, ele não teve outra escolha a não ser sair da sala de aula.

Michael e sua família se sacrificaram muito por causa de sua saúde. Sua mãe, Danita, deixou o emprego para educar o filho em casa em tempo integral. Michael então não pôde mais participar das atividades físicas que ele tanto amava, incluindo ginástica, mergulho e escalada de árvores. Mas ele não se desesperou e não se deixou abater – ele só ficou mais criativo.

Michael começou a concentrar toda a sua energia em criar doces, especialmente cupcakes – o favorito dele. Com a prática, ele só melhorou na confecção dos doce, e foi aí que ele percebeu que poderia usar seu talento para ajudar – e alimentar – os menos afortunados.

Com apenas 11 anos, Michael abriu uma padaria chamada Michaels Desserts, em que é executado um modelo de um-para-um, o que significa que para cada sobremesa que Michael vende, ele dá outra para pessoas desabrigadas ou marginalizadas de alguma maneira. Através de seu trabalho, Michael também ajuda a levantar dinheiro para organizações sem fins lucrativos.

A maioria das encomendas feitas através do site da empresa ou página do Facebook vem de moradores locais, mas ele também faz remessas fora do estado. E uma ou duas vezes por mês, Michael viaja para Washington, DC, armado com dezenas de doces para entregar às famílias em abrigos para pessoas vítimas de violência doméstica.

“Sempre quis ter um propósito para o que faço”, explicou o jovem filantropo . “(Meu trabalho) é sobre ajudar as pessoas – não apenas ter um propósito para mim mesmo, mas pensar em ‘Como isso afeta outras pessoas?’”

Apesar da pouca idade, Michael já vêm plantando inúmeras boas sementes neste mundo, assim como seu ídolo, Martin Luther King. E o mais incrível é que tudo começou a partir de uma notícia não tão feliz. Ou seja, é possível ver luz onde a maioria das pessoas só vê sombra. Que este menino de coração de ouro e coragem imensurável continue ajudando e inspirando muita gente!

***

Redação Conti outra. Com informações de inspiremore.com

Imagens: reprodução Facebook

The post Enfrentando problema de saúde, menino abre padaria para ajudar os mais necessitados appeared first on CONTI outra.



source https://www.contioutra.com/enfrentando-problema-de-saude-menino-abre-padaria-para-ajudar-os-mais-necessitados/
Compartilhe no Google Plus