Tudo passa: os problemas não são para sempre!

Não importa por quantos problemas nós passamos, e cada um deles nos chegam conforme seus compassos. Mas no fim tudo passa, porque eles não são para sempre! Maximizando isso, surgem os conselheiros de soluções “milagrosas” para os nossos problemas.

Esse discurso parece mágico, mas não é: pois o pensamento é o ensaio da ação, como nos ensina a ciência. Freud, na mesma direção, diz quando temos problemas e se agirmos antes de pensar, as consequências para resolvê-los podem ser desastrosas. Aprendemos ao longo da vida, que não existe “bola de cristal” para sanar os problemas.

É evidente, entretanto, que para solucionar os problemas precisamos de calma e tempo, mesmo que não seja fácil enfrentá-los. Freud reforça que o caminho está no autoconhecimento, que é essencial para alcançarmos o sucesso na vida, e não através de fórmulas fantasiosas.

Assim, ansiamos que os ponteiros do relógio corram para os que os problemas desapareçam. Porém, às vezes, tem gente retardando o nosso tempo, como disse Freud: “Antes de diagnosticar a si mesmo com depressão ou baixa autoestima, primeiro tenha certeza de que você não está, de fato, cercado por idiotas”.

Além disso, somos bombardeados com preocupações irracionais sobre o fim do mundo ou de que podemos ficar gravemente doentes, tensionado mais os nossos problemas. Freud relembra que o mundo está repleto de idiotas, e que apenas as experiências próprias são capazes de nos tornar pessoas sábias.

Não obstante, precisamos buscar alternativas ou avaliar os nossos pontos fracos e fortes, que melhor se adaptam para equacionar os problemas. Todavia, sem a necessidade de pagar por uma palestra, que confundi motivação com o Holocausto: “Porque aqueles judeus que estavam lá no campo de concentração simplesmente se entregavam?”

O sagaz Freud nos aconselha da importância de refletirmos sobre quem somos, de conhecer os nossos sentimentos e comportamentos, que requer um histórico de experiências e vivências. Por conseguinte, não cairemos na infantil promessa: “Você vai ficar rico trabalhando poucas horas por semana!”

É claro, que a vida é cheia de ensejos e beleza, mas pode ser cruel para algumas pessoas. Apesar disso, temos que manter o equilíbrio mental, pois à nossa volta existe a loucura e a maldade. Aliás, o egoísmo e a ganância estão à espreita: com mensagens sedutoras, para resolver os nossos problemas, nos impedindo de evoluir como adultos.

No entanto, devemos ter a consciência de que os problemas são reais, e que depende do modo que escolhemos lidar com eles, já que a vida colocará novos obstáculos a serem superados, nos permitindo experimentar diferentes caminhos e ouvir opiniões opostas, desde que não sejam devaneios.

Enfim, a psicanálise, a psicologia e a filosofia não oferecem uma imersão de dois dias para as pessoas se tornarem prósperas e sem problemas. Mas, elas nos dizem: aprenda com os teus erros, não tenha medo de tentar novamente após um fracasso, e não ponha a sua existência e o mundo em uma “caixa compartimentada”.

The post Tudo passa: os problemas não são para sempre! appeared first on CONTI outra.



source https://www.contioutra.com/tudo-passa-os-problemas-nao-sao-para-sempre/
Compartilhe no Google Plus