É duro ser amado quando não se ama mais

Essa linda frase desse escritor francês é muito profunda e traz uma perspectiva que raramente é levantada, a dor da pessoa que é amada sem que exista essa reciprocidade.

Existem milhares de músicas de amor que falam sobre a tristeza, a raiva, a mágoa por ter sido deixado, abandonado etc. Mas é raro ver alguma música que na letra mostre a dor de saber que a outra pessoa ama, porém não existe esse amor recíproco. Mas sabe que isso faz todo sentido? Vou explicar!

Existe uma verdadeira epidemia de pessoas que se fazem de vítimas em tudo. Têm uma falsa visão de que sofrem mais do que as outras, de que são injustiçadas, de que são muito boas para merecerem ser mal tratadas.

Assim como existe um número ínfimo de pessoas que tem um senso ético de compreender que, se não há reciprocidade num relacionamento, seja ele amoroso ou mesmo de amizade, o ideal é haver um afastamento físico.

Essa frase até me fez lembrar um episódio da série norte-americana “How I met your mother” que me ensinou muito (infelizmente não lembro o número do episódio e a temporada, sorry!). No episódio, não só o Ted Mosby, mas seus amigos Robin Scherbatsky,  Barney Stinson , Marshall Eriksen e Lily Aldrin, contam sobre as experiências da juventude, quando nutriam uma amizade com uma pessoa que tinham certeza que tinha um interesse para além da mera amizade.

E a perspectiva levantada é a mesma do autor que eu citei. Eles contam fazendo esse flashback típico dos filmes, que mostra aquela imagem do passado com a tela mais esbranquiçada. Ao final, todos estão envergonhados e com remorso pelo comportamento que tiveram.

A grande lição era simples e objetiva. Machuca demais você manter uma proximidade nessa configuração. O ideal é ter a sinceridade para abrir o coração e dizer mais ou menos assim: “Eu sinto que você nutre por mim um sentimento que vai além de uma amizade. Porém, pode ser difícil, e sei que é, mas eu não consigo sentir por você a mesma coisa. Me perdoe! Eu penso que a melhor forma de evitarmos o sofrimento é não convivermos mais com tanta proximidade. Você é uma pessoa incrível e vai logo logo encontrar alguém que vai te amar exatamente da forma que você merece ser amado(a)”.

Todos nós passamos por isso no mínimo uma vez na vida, por isso fiz questão de escrever esse texto, porque sei que ele serve para 100% das pessoas. Já vivi o que estou levantando no texto e já estive nos dois lados, do que ama, mas percebe que esse amor não é correspondido, e do que a outra pessoa deixou de me amar e saiu da minha vida. Internamente são sentimentos muito diferentes. Isso é fato! Porém, se você está lendo esse texto e não abandonou a leitura até agora, é exatamente porque você faz parte das pessoas éticas e respeitosas. Parabéns!

Concluo com a mensagem que já escrevi em um outro texto: Cada pessoa tem um tempo na nossa vida.

Esse tempo depende de “n” fatores, mas sem dúvida, o principal e também o mais profundo, é que nós estamos mudando o tempo todo, e muitas vezes a nossa mudança faz com que a sintonia que exista com quem nos relacionamos amorosamente ou por amizade, se perca. Isso dói! Sofremos muito, mas como tudo na vida, em algum momento passa!

Que o amor sincero e verdadeiro seja o nosso guia em todos os momentos. Dessa forma, no fim, tudo acaba bem…

***

Imagem de capa meramente ilustrativa- cena do filme: O noivo da minha melhor amiga

The post É duro ser amado quando não se ama mais appeared first on CONTI outra.



source https://www.contioutra.com/e-duro-ser-amado-quando-nao-se-ama-mais/
Compartilhe no Google Plus