O verdadeiro amor começa de dentro para fora e não o contrário

Sou grata a todos os relacionamentos que tive ao longo da vida. Independente de serem assumidos publicamente ou protegidas das redes sociais. Se forem namoros longos ou curtos, romances de verão, calmaria ou paixões avassaladoras, pouco importa. O aprendizado que cada relacionamento me proporcionou foi incrível e fez tudo valer à pena, até porque, foram essas relações que me fizeram amadurecer e ser a pessoa que sou hoje.

Amadurecimento emocional não tem nada a ver com idade e sim a experiência de vida que passamos. Sabemos disso. E, desde muito nova, mesmo sem saber muito bem o que eu queria para a minha vida pessoal, sabia exatamente o que não queria e isso já era muita coisa para uma garota de vinte e poucos anos, já que essa atitude seria meu limite e meu escudo para as coisas que eu jamais aceitaria viver. E assim aconteceu. Deixei para trás pessoas que traíram minha confiança, percebi que nem todo “eu te amo” é verdadeiro e entendi que palavras sem ações não valem nada e tudo isso me deu um amadurecimento emocional incrível!

Entendi que antes de amar alguém eu preciso amar minha individualidade, minha liberdade e minha história para depois oferecer um amor genuíno a alguém. Aprendi que relações são evoluções constantes e que, mesmo diante de uma história conflituosa, é possível tirar lições grandiosas e que para estar bem com o outro eu preciso, antes, estar bem comigo.

Aprendi que a valorizar a própria companhia é tão libertador quanto oferecer isso em uma relação. Que os “nãos” recebidos serviram de oportunidades para meu crescimento interior. E que, muitas das expectativas geradas foram criações minhas. Só minhas. O outro não tinha culpa alguma.

Comecei a encarar meus próprios medos e a destruir os estereótipos criados como perfeitos com o objetivo de me enquadrarem um uma forma de “perfeição” inexistente. E sabe de uma coisa? Foi libertador!

Portanto, desejo que você experimente esse processo de cura e de amadurecimento emocional interior o mais rápido possível. Desejo que você seja capaz de ser livre das opiniões alheias e seja capaz de se amar antes de amar o próximo. Porque, afinal, o verdadeiro amor começa de dentro para fora e não o contrário.

The post O verdadeiro amor começa de dentro para fora e não o contrário appeared first on CONTI outra.



source https://www.contioutra.com/o-verdadeiro-amor-comeca-de-dentro-para-fora-e-nao-o-contrario/
Compartilhe no Google Plus