Leis de controle adotadas pelo Reino Unido já reduziram plástico no oceano, aponta relatório

Sabemos que o plástico é um dos grandes vilões do meio ambiente, sendo responsável por poluir oceanos e ceifar as vidas de 100 mil animais marinhos todos os anos. Em 2050, é possível que haja mais plásticos do que peixes no oceano; pelo menos é o que apontam os estudos. Uma iniciativa, no entanto, vêm trazendo esperança para aqueles que torcem pela saúde do planeta: a implantação de leis de controle no Reino Unido.

Foi a partir de 2016, quando a maior rede de supermercados britânica adotou a postura de não oferecer sacolas plásticas aos clientes, que o país despertou para uma maior consciência ecológica e vem buscando minimizar a distribuição de plásticos descartáveis.

As sacolas de uso único diminuíram em 80% após os estabelecimentos passarem a cobrar por elas na Inglaterra. Segundo o site Global Citizen, mais de 9 mil sacolas plásticas já foram poupadas.

E, com apoio destas medidas, a quantidade de sacolas encontradas nos oceanos já diminuiu, segundo o Independent. Apesar disso, o número de lixo nos mares continuou estável devido ao aumento de outros itens plásticos, como garrafas e resíduos de pesca.

Em janeiro deste ano, o país aprovou uma lei que proíbe o uso de microesferas de plástico em produtos de higiene e cosméticos. Agora, o Reino Unido estuda implementar uma cobrança sobre copos de café descartáveis. A medida já conta com o apoio da maioria da população britânica, mas ainda precisa ser aprovada pelos ministros do país.

Com informações de Hypeness
Photo by Victor Freitas from Pexels
CONTI outra
Compartilhe no Google Plus