Posto de gasolina cria biblioteca comunitária para empréstimo ou doação de livros

Quem passar para abastecer no Auto Posto Vicente Machado, na Rua Brigadeiro Franco, no Centro de Curitiba, irá se deparar com uma pequena biblioteca com mais de 50 livros para empréstimo gratuito ou doação. Os títulos variam, já que vieram de doações, e têm o objetivo de promover a leitura dos livros que estavam abandonados dentro das residências. O espaço funciona dentro da loja de conveniências.

A ideia de criar a biblioteca foi do proprietário do estabelecimento, Luiz Antonio Teixeira, de 52 anos. “Eu tinha uns livros lá em casa e percebi que, depois de ler uma ou duas vezes, só ficariam parados na estante. Por isso, vi que outras pessoas poderiam aproveitar também aquele conteúdo e decidi colocar no posto”, conta Luiz.

Em média, a estante conta com um acervo de 50 a 80 exemplos. Os clientes e funcionários do estabelecimento têm plena liberdade para devolver – ou não – os livros escolhidos. “Não temos controle e não obrigamos a pessoa a devolver. A única coisa que pedimos é que as pessoas doem também, porque se não ficamos sem opções na estante”, explica Luiz.

Quase 800 livros passaram pela estante da loja de conveniências desde que o projeto foi implementado, há seis meses.

Apesar de não ter um registro, Luiz percebeu que o público que mais faz uso dos livros é composto pelos motoristas de aplicativo e pessoas que trabalham nas redondezas. “A minha ideia é que os clientes desfrutem daquilo. Estou tentando estimular a leitura”, destaca.

Luiz não tem um número exato, mas estima que entram e saem cerca de 15 livros ao dia. “Esse giro é automático e o número varia muito de acordo com o dia. No fim de semana, por exemplo, tem muito jovem que frequenta o posto e aproveita para levar um livro”, relata.

Em cada exemplar disponibilizado, há um carimbo de uma frase dizendo que o livro é fornecido gratuitamente. Nele, ainda há o pedido de que caso o cliente consiga devolvê-lo, os futuros leitores agradecem.


Quando começou, o empresário pegou livros do próprio acervo e aproveitou o grupo do Whatsapp do condomínio, onde é síndico, para pedir mais doações. “Eles abraçaram a ideia e doaram muitos exemplares, consegui quase 300”, lembra.

Até a biblioteca se sustentar sozinha, Luiz precisava correr atrás de doações constantemente, para manter a estante cheia. Hoje, ele afirma não enfrentar mais esse problema e acredita que os clientes entenderam o objetivo da ação.

Quem tiver interesse em doar um livro ou pegar algum exemplar para ler, basta ir até o Auto Posto Vicente Machado. O estabelecimento fica no cruzamento das ruas Vicente Machado e Brigadeiro Franco, no Centro de Curitiba.

Via: Razões para Acreditar/Fotos: Aniele Nascimento/Gazeta do Povo
CONTI OUTRA 
Compartilhe no Google Plus