Nadadora dos jogos Rio-2016 é chamada de ‘vagabunda petista’ na rua




A nadadora Joanna Maranhão desabafou em seu Facebook nesta terça-feira e disse que foi xingada de ‘vagabunda petista’ ao pedir passagem em uma ciclovia da capital paulista. 

“Voltando pra casa, pedalando minha bike, fui obrigada a parar na ciclovia porque mais uma vez um carro estava estacionado em frente ao restaurante Crystal (uma pizzaria de gente rica). Pedi ao motorista que tirasse seu veículo pois ali era proibido para carros, quando ele respondeu: “você vai esperar ter vaga no estacionamento. Ta achando que isso é o problema do país? Vagabunda petista”. Quem me conhece sabe que sou sangue quente, mas a agressividade desse jovem me pegou tão de surpresa, que eu fui embora e comecei a chorar. Triste situação, triste realidade, maldita polarização’, desabafou Joanna Maranhão em seu perfil no Facebook.

O restaurante citado por Joanna, fica no bairro de Pinheiros, próximo à avenida Cidade Jardim.

A pernambucana Joanna Maranhão está classificada para a sua quarta Olimpíada. No mês passado, a nadadora garantiu a vitória no 400m medley do Troféu Maria Lenk.

Joanna venceu a prova com o tempo de 4min38s66, quebrando a marca dos 4min40s pela segunda vez na carreira.

Em entrevista ao Estadão dada recentemente, Joanna contou suas impressões do local de competição da Olimpíada.

“Achei muito bom. É um pouco menor do que os outros, mas tem quatro lados (de arquibancada) e é um caldeirão. Eu curti o máximo quando entrei, a galera vibrando. Imagina no dia (da Olimpíada)? Acho que vou entrar pulando, como numa micareta, dando tchau pra galera. Vai ser muito massa”, afirmou.

Crédito da foto: Reprodução/Facebook
TORCEDORES
Compartilhe no Google Plus