Crianças produzem confetes sustentáveis


Crianças produzem confetes sustentáveis para brincar Carnaval

Itens são produzidos com folhas caídas de árvores

Para brincar o Carnaval sem descuidar do meio ambiente, estudantes da Escola Lápis de Cor, em Natal, decidiram "fabricar" seus próprios confetes, itens indispensáveis na folia de Momo.

Os materiais são feitos de folhas caídas das árvores das instituições. Além de não ter resíduos químicos, os confetes naturais possuem decomposição rápida por serem considerados lixos orgânicos. "Quando não jogamos o lixo no lixo, os animais podem comer e morrer", dispara Laurenny Sofia, de sete anos.

Após o recolhimento das folhas, os alunos fazem a picotagem com o uso da tesoura sem ponta e do perfurador, sempre com a orientação dos professores. "O Carnaval é legal e fica ainda melhor quando usamos coisas da natureza para brincar", complementa Alice bezerra, também de sete anos.

"Essa é uma atividade muito bacana, pois as crianças compreendem a importância de preservar o meio ambiente, reduzindo o uso de papel e a poluição ambiental no período carnavalesco. Desta forma, cumprem a função social no mundo", explica a coordenadora pedagógica da Lápis de Cor, Polena Machado.

Estudantes da MOV – Educação Integral, anexo da Lápis de Cor, seguem o exemplo dos pequenos ao produzirem os confetes sustentáveis. "Nossos confetes fazem parte do próprio meio ambiente e é uma forma de conscientizar as pessoas mostrando que dá para se divertir sem fazer mal a natureza", conta Maria Eduarda Gil Soares, de 10 anos. O mesmo sentimento é compartilhado por Lucas Guimarães, também de 10 anos. "A conscientização com os recursos ambientais é dever de todos", lembra.

Bloquinhos

A iniciativa faz parte das ações que embelezarão o Carnaval da escola, marcado para esta quinta-feira (28). Batizada de "Carnalápis pinta o Brasil com as cores da alegria", a festa começa às 10h, para os aluno da manhã, e às 16h para os alunos da tarde. Os blocos contarão com bandinha carnavalesca que representará a diversidade ambiental e cultural do país.

Na Escola MOV, o Carnaval acontece das 8h às 11h30, com apresentações de danças da época, exposições de conteúdos audiovisuais, festival de marchinhas, apresentação das produções de Ciências da Natureza e Matemática.
Compartilhe no Google Plus