Casal é agredido em aeroporto após serem proibidos de embarcar com animal autorizado


Um casal foi agredido após ser proibido de embarcar em um voo com um coelho, mesmo o animal sendo autorizado.

O vídeo, que está circulando nas redes sociais, ganhou repercussão internacional pelo fato da funcionária da empresa KLM demonstrar um certo despreparo para lidar com a situação chegando a ser possível ouvir que a mesma desejaria a morte do passageiro. "Você tá precisando" e ainda disse em tom de deboche: "para de chorar". 

Mais tarde a empresa emitiu nota onde lamentou o ocorrido e confirmando que havia existido um "equívoco interno" ao avisar a equipe de embarque sobre a documentação.  

"Devido a um equívoco interno da companhia, o transporte excepcional do animal na cabine da aeronave, com base em uma decisão judicial, não foi comunicado à tripulação do voo com antecedência."

Nota do Diário: Atitudes como essa só servem para reforçar que as empresas devem investir em profisisonais mediadores de conflitos, afinal, se tudo tivesse sido esclarecido com calma não haveria problema no embarque dos passageiros e a empresa diminuiria a exposição negativo que o caso teve. De outra maneira é importante que os funcionários estejam empenhados em tentar resolverem os problemas dos passageiros.  


Compartilhe no Google Plus