Governador em exercício acompanha ações do programa Comunidade em Paz

O governador em exercício Robinson Faria visitou na manhã desta quinta-feira (13), o bairro de Nossa Senhora da Apresentação, na Zona Norte de Natal. Ele vai acompanhar de perto como estão sendo desenvolvidas as ações do programa Comunidade em Paz, que foi lançado pelo Governo do Estado em julho deste ano.
Quatro projetos fazem parte do Comunidade em Paz: Ronda Cidadã, Patrulhamento Inteligente, Bases Integradas de Segurança Pública e Olhar Seguro. O programa tem como objetivo garantir mais segurança e tranquilidade para a população do Rio Grande do Norte. O Serviço de Inteligência da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) identificou no bairro de Nossa Senhora da Apresentação a necessidade de implantação de um policiamento mais ostensivo. Por isso, o local foi escolhido para iniciar as ações de reforço.
A Ronda Cidadã e o Patrulhamento Inteligente já iniciaram as atividades. Para isso, as bases comunitárias dos conjuntos Parque dos Coqueiros e Planície das Mangueiras e do loteamento Jardim Progresso foram reformadas. Outras 20 bases da polícia comunitária sediadas na capital vão receber as ações do Ronda Cidadã. No Patrulhamento Inteligente, os policiais militares buscam informações junto à população para direcionar as ações nos bairros. Eles percorrem toda a comunidade a pé e montados a cavalo colhendo dados e repassando as informações para o Serviço de Inteligência da Sesed.
O bairro ainda vai receber as Bases Integradas de Segurança Pública e o projeto Olhar Seguro. Policiais militares, policiais civis e guardas municipais vão trabalhar de forma conjunta. Nas bases serão registrados boletins de ocorrência e haverá um policial civil que funcionará como conciliador em pequenas ocorrências. Ele também será responsável pelas demandas necessárias para as Delegacias de Plantão. Os guardas municipais serão as pontes para garantir segurança aos equipamentos públicos. No Olhar Seguro, eles vão atuar junto ao Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), permitindo o acionamento de reforço policial.

Texto – Antonio Araújo
Compartilhe no Google Plus