TRF concede mais uma liminar favorável a Gilson Moura

Deputado Gilson Moura (à Esquerda) com o Senador Garibaldi Alves (Foto: Divulgação)
O juiz convocado Carlos Wagner, do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, concedeu liminar em favor do deputado estadual Gilson Moura (PROS), que foi afastado da Assembleia Legislativa por meio de quatro liminares expedidas pela Justiça Federal do Rio Grande do Norte.
Gilson é acusado pelo Ministério Público Federal de se beneficiar de um esquema de desvios de recursos no Instituto de Pesos e Medidas do Rio Grande do Norte (IPEM).
O desembargador Lázaro Guimarães e o juiz Ivan Lira  já haviam dado as primeiras liminares que cassaram os efeitos do afastamento de Gilson. Entretanto, como ainda restavam dois dispositivos para serem contestados, o parlamentar continuou afastado.
Com a decisão de Carlos, Gilson fica dependente de mais uma decisão, que será julgada pelo mesmo magistrado. O suplente da coligação pela qual Moura se elegeu é o peemedebista Antônio Petrolino, que ainda não tomou posse.

PORTAL NO AR
Compartilhe no Google Plus