Conheça os sinais de infecção urinária

Pelo menos 40% das mulheres terão um episódio de infecção urinária; se sinais forem ignorados, rins podem ser afetados

Quem não conhece alguém que teve infecção urinária? Pouco provável, principalmente entre o público feminino, já que 40% das mulheres terão ao menos um episódio dessa infecção ao longo da vida. Dentre essas pessoas, até 20% terão a chamada infecção urinária de repetição, quando ela acontece mais de duas vezes por ano. Embora no primeiro momento não seja uma infecção grave, a ginecologista Patrícia de Rossi define os sintomas dela como “um inferno”.

“A cistite, forma mais comum de infecção urinária, não ameaça a vida, é só um inferno, muito incômoda. É sintomática, e, em alguns casos, pode se tornar uma infecção renal”, diz a médica. “Não temos como adivinhar se a infecção urinária vai atingir os rins ou não, mas quando isso acontece a pessoa fica muito desanimada, com náuseas, vômitos e febre”, alerta.Getty Images
As mulheres têm mais propensão a ter infecção urinária pela anatomia do corpo, já que a uretra feminina é menor do que a masculina

Anatomia

As mulheres têm mais propensão a ter infecção urinária pela anatomia do corpo, já que a uretra feminina é menor do que a masculina. No entanto, os homens eventualmente podem apresentar o problema, por manipulações cirúrgicas e uso de sonda em hospitais, explica o urologista Milton Skaff, do Hospital Beneficência Portuguesa.

“Na mulher, ela pode acontecer sem nenhum desses fatores. Uma parte da população feminina também tem uma má-formação do trato urinário, que facilita as infecções”, diz. Segundo o médico, crianças que têm infecção urinária na maioria dos casos se dá por essa má-formação, mas tende a melhorar conforme vai crescendo. Se isso não acontecer, uma intervenção cirúrgica pode ser necessária.

IG
Compartilhe no Google Plus