Após 17 casos no ano, polícia investiga quadrilha que rouba caminhões

Acredita-se que os criminosos desmontam os automóveis para vender as peças, que podem ser usadas ainda veículos como barcos e lanchas

Resultado de imagem para caminhoes sendo roubados no rio grande do norte
Imagem: Eduardo Dantas
Os caminhoneiros do Rio Grande do Norte tem sofrido com um crime cada vez mais comum no estado. Eles são vítimas de uma quadrilha especializada que rouba os caminhões. Somente em 2019 foram registrados 17 crimes desse tipo entre assaltos e furtos.

De acordo com informações da Delegacia Especializada em Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (DEPROV), os criminosos levam os automóveis para desmanches e vendem as partes separadamente. Para o Delegado Normando Feitosa, responsável pela investigação, as peças podem ser usadas não só em outros caminhões, mas também em barcos e lanchas. Ele acrescenta que a prisão da quadrilha passa pela descoberta dos receptadores.

A última vítima desse tipo de crime foi seu Manoel. Ele e o filho trabalham entregando água com o caminhão. O veículo foi furtado na madrugada desta quarta-feira (22), no Jardim Lola, em São Gonçalo do Amarante, região metropolitana de Natal. Ele conta que os criminosos ainda passaram na frente de sua casa durante a fuga. Emocionado, o caminhoneiro diz não saber de onde irá tirar a renda da família
Compartilhe no Google Plus