O que é necrose óssea e como se manter longe dela

Willen Benigno | Editoria Saúde


A necrose avascular é a morte do tecido ósseo devido a uma falta de suprimento sanguíneo. Também chamada osteonecrose, pode levar a pequenas rachaduras e eventual colapso do osso. O fluxo sanguíneo para uma parte do osso pode ser interrompido se o osso é fraturado ou a articulação fica deslocada (luxada). A necrose avascular também está associada com o uso a longo prazo de doses elevadas de medicamentos esteroides e consumo excessivo de álcool. Qualquer um pode ser afetado pela necrose avascular. No entanto, é mais comum em pessoas entre as idades de 30 e 60anos.

Sintomas

Muitas pessoas não têm sintomas nas fases iniciais de necrose avascular. Quando o quadro se agrava, a articulação afetada pode sofrer um colapso principalmente se colocar peso sobre ele. Eventualmente, a articulação pode ser machucada mesmo quando deitado.

A dor pode ser leve ou grave e geralmente se desenvolve gradualmente. Dor associada com necrose avascular do quadril pode ser focada na virilha, coxa ou na nádega. Além do quadril, as áreas susceptíveis de serem afetados são o ombro, joelho, mão e pé. Algumas pessoas desenvolvem necrose avascular bilateralmente - por exemplo, em ambos os quadris ou em ambos os joelhos.

Quando consultar um médico?

Consulte o seu médico se você tiver dor persistente em qualquer articulação. Procure imediata atenção médica, se você acha que tem um osso quebrado ou uma junta deslocada (luxação).

Como acontece?

Trauma articular ou ósseo. Uma lesão, como uma articulação luxada, pode danificar os vasos sanguíneos próximos. 

Câncer. Tratamentos que envolvem radiação também podem enfraquecer ossos e prejudicar os vasos sanguíneos.

Depósitos de gordura nos vasos sanguíneos. A gordura (lípidios) podem bloquear pequenos vasos sanguíneos, reduzindo o fluxo de sangue que alimenta os ossos.

Doenças hematogênicas, como a anemia falciforme e doença de Gaucher, também pode causar diminuição do fluxo sanguíneo para o osso.

Tratamento

O objetivo é evitar a perda óssea. Tratamento específico normalmente depende da quantidade de dano ósseo você já tem. Nas fases iniciais de necrose avascular, os sintomas podem ser reduzidos com a medicação e terapia. Nos casos avançados a opção é cirurgia, para descompressão, remodelação, transplante ósseo ou substituição da articulação.

Para reduzir o risco de necrose avascular e melhorar sua saúde geral:

Evite o consumo excessivo de álcool, um dos fatores de risco para o desenvolvimento de necrose avascular. Mantenha os níveis de colesterol baixo, minúsculos pedaços de gordura são as substâncias mais comuns que bloqueiam o fornecimento de sangue aos ossos.

Monitore o uso de esteroides, verifique se o seu médico tem conhecimento de qualquer passado ou presente do uso de altas doses de esteroides. 

Faça atividade física sempre!

Ana Paula Simões é Professora Instrutora da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e Mestre em Medicina, Ortopedia e Traumatologia e Especialista em Medicina e Cirurgia do Pé e Tornozelo pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. É Membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia; da Associação Brasileira de Medicina e Cirurgia do Tornozelo e Pé, da Sociedade Brasileira de Artroscopia e Traumatologia do Esporte; e da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte. www.anapaulasimoes.com.br.
Compartilhe no Google Plus