Siemens equipa usinas de dessalinização na Arábia Saudita com automação de processos

Siemens equipa usinas de dessalinização na Arábia Saudita com automação de processos

Oito plantas de dessalinização com automação de processos, tecnologia de acionamento, instrumentação de processos e tecnologia de comunicação
Capacidade total de até 240.000 metros cúbicos por dia
Volume de pedido é um valor de dois dígitos em milhões de euros

A Siemens recebeu um pedido de acompanhamento do consórcio A3C (Rawafid Industrial, Advanced Water Technology, SETE e Al Fatah) para equipar oito usinas de dessalinização de água do mar na Arábia Saudita com equipamentos elétricos. As novas usinas de dessalinização da água do mar, usando o princípio da osmose reversa, estão espalhadas pela costa oeste da Arábia Saudita.

A capacidade total das usinas será de até 240.000 metros cúbicos por dia, com um consumo de energia de apenas três quilowatts por metro cúbico por hora, que está abaixo do valor usual e proporcionará economia significativa de energia. O escopo de fornecimento da Siemens inclui engenharia de hardware e software, distribuição de energia, automação PCS7, conversores de média e baixa tensão, tecnologia de comunicação Industrial Ethernet e instrumentação de processos para oito plantas de osmose reversa, além de comissionamento da planta.

O projeto seguirá um cronograma apertado, com entrada em operação planejada a partir do outono de 2019 no hemisfério norte.

Quase 95% da água na terra é salina e não pode ser usada como água potável ou para fins de irrigação. A dessalinização da água do mar oferece uma oportunidade de obter água potável adicional ou água de processo para pessoas, indústrias e para a agricultura.

Em 2017, a Siemens foi contratada pela Rawafid Industrial e Advanced Water Technology (AWT) para instalar uma planta de produção de água potável na costa do Golfo Pérsico. A planta de dessalinização por osmose reversa Al Khafji, concluída no nordeste da Arábia Saudita, é a maior usina solar do mundo.

Aqui, a água do mar é convertida em água doce através de um processo de osmose reversa em dois estágios, alimentado por energia fotovoltaica. A Rawafid Industrial contava com soluções da Siemens para equipamentos elétricos, automação com tecnologia de acionamento integrado, comunicação e instrumentação. Por meio do uso eficiente da energia solar, a usina reduz significativamente as emissões de dióxido de carbono em comparação com as usinas que recebem energia de fontes não renováveis. Além disso, a tecnologia Siemens garante a disponibilidade do sistema em cerca de 98%.

A integração vertical e horizontal de todos os componentes elétricos reduz os custos de OPEX (Despesas Operacionais), bem como os tempos de manutenção. A automação e o monitoramento de processo centralizados garantem a máxima eficiência energética e um suprimento sustentável de água.
Compartilhe no Google Plus