Dilema: Hotéis de Luxo serão os mais beneficiados da queima de fogos na virada do ano

"Fogos da Virada": Secretário tenta minimizar, mas dilema permanece

Imagem: Divulgação e Arquivo

Um fato extremamente inquietante pegou de surpresa os natalenses, potiguares e turistas nos últimos dias do ano. Não bastassem as perdas de personalidades da TV, da política e do último caso, da morte do coronel Nunes em assalto, agora a tradicional queima de fogos de Ponta Negra sofrerá uma mudança onde será realizada, dessa vez, entre os hostéis Imirá e Serhs, de acordo com informações do secretário de Cultura Dácio Galvão em entrevista. 

Essa mudança desagradou a muitos e logo que a notícia começou a se espalhar, milhares de comentarios surgiram aumentando ainda mais o dilema. A maioria desses sugerem que a mudança beneficiou apenas os hotéis da Via Costeira, haja visto que aquela região da orla é conhecida mais como área privativa desses empreendimentos do que para uso da população em geral. 

O Secretário chegou, inclusive, a mencionar que a mudança será mínima e quem estiver em Ponta Negra basta apenas olhar para esquerda, no entanto, qualquer um sabe que não se pode comparar o espetáculo público que é a queima de fogos na balsa exatamente onde acontece todos os anos com a nova localização na Via Costeira.

"Queimadas" 

Além da perda de visual, a nova localização da queima de fogos, próxima ao Parque das Dunas, pode gerar micro incêndios e possivelmente se alestrar rapidamente causando um desastre natural.

Apesar de ainda serem apenas uma conjecturas sobre esses desastres, o fato é que a nova localização não agradou à população em geral e beneficia mais quem está hospedado nos referidos hotéis do que toda a população que esperava mais uma vez o cartão postal de Ponta Negra ser o cenário de mais um espetáculo que atraia a muitos. 
Compartilhe no Google Plus