Papanicolau ainda é o mais eficaz para detecção do câncer do colo de útero

A doença é a quarta causa de morte entre as mulheres no Brasil



O câncer do colo de útero é o quarto tipo de câncer mais comum entre as mulheres, segundo a Organização Mundial da Saúde. Graças ao exame Papanicolau, descoberto e implementado pelo médico grego Geórgios Papanicolau, no início do século passado, milhões de vidas já foram salvas. O teste ajuda a detectar precocemente anormalidades em células do colo do útero, antes que elas se transformem em câncer. O Inca – Instituto Nacional de Câncer -, através do Ministério da Saúde, implantou diretrizes para a realização do exame entre as jovens a partir dos 25 anos, buscando evitar a evolução da doença.

A ginecologista Maricy Tacla, da Faculdade de Medicina da USP, explica a importância do Papanicolau para o rastreamento do câncer do colo de útero. Acompanhe o áudio aqui.

Por Simone Lemos | Jornal a USP
Editor Local: Willen Benigno de Oliveira Moura
Compartilhe no Google Plus