Brasil pode perder certificado de eliminação do sarampo

O motivo: casos de surtos da doença em Roraima e no Amazonas
Resultado de imagem para sarampo
Imagem: OPAS

Se até o início do próximo ano os surtos da doença não forem controlados, o Brasil irá perder o título conquistado, que se refere ao certificado de eliminação do sarampo nas Américas. O País havia obtido o documento em 2016 por não apresentar mais casos da doença. 

Mas, com a entrada de imigrantes venezuelanos pelas fronteiras do Brasil, houve o retorno da doença. Vários foram os fatores que contribuíram para o surgimento dos novos casos. 

Segundo a doutora Marta Lopes, infectologista responsável pelo Crie – Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais do Hospital das Clínicas, para ter a contenção do vírus é preciso uma cobertura vacinal de cerca de 95% para o sarampo, por que essa é uma doença muito transmissível. Nos últimos dois anos a cobertura estava abaixo de 90% e, por esse motivo, surgiram novos casos da doença.

Por Simone Lemos - JORNAL DA USP
Compartilhe no Google Plus