Reforma da Praça Gentil Ferreira tem previsão para término em 90 dias

A reforma da Praça Gentil Ferreira, localizada no bairro do Alecrim, na zona Leste de Natal, está prevista para começar nesta segunda-feira. Orçada em R$ 219 mil, a previsão para que ela seja concluída em até 90 dias.

Será trocado todo o piso da área e das calçadas que margeiam o local. Também será refeita a rampa de acesso e recuperados os bancos de alvenaria.

O serviço ainda prevê a restauração da unidade que abriga a Guarda Municipal no local e a estrutura de iluminação, que passará por melhorias.

Desde que assumiu, em abril do ano passado, o prefeito Álvaro Dias se comprometeu com os empresários do bairro a abraçar uma série de reformas que vem sendo tentadas ali há mais de uma década.

Segundo o presidente da Associação de Lojistas local, a AEBA, Pedro Campos, o prefeito tem recebido uma série de sugestões dos empresários, entre eles a implantação do estacionamento rotativo nas principais vias do Alecrim.

Há 10 anos, de Zona Azul nas ruas do Alecrim já foi tentada, mas um grupo de lojistas do bairro foi contra a iniciativa, que acabou arquivada pelo município.

“Hoje, a mentalidade desse empresário mudou e sabemos que sem disciplinar o estacionamento de veículos na principais vias, hoje ocupadas em grande parte pelos carros dos empregados de lojas e ambulantes, não conseguiremos trazer a clientela de volta”, afirma.

Segundo cálculos dos próprios empresários do Alecrim, o bairro já perdeu perto de 40% de sua frequência de clientes, que hoje preferem a comodidade de estacionar seus veículos em áreas de compra como os shoppings e lojas dotadas de estacionamentos próprios.

Outro problema urgente do Alecrim diz respeito ao trânsito nas calçadas, também inviabilizado pela presença de ambulantes. “Caminhar por aqui é tarefa quase impossível”, reconhece Pedro Campos.

Este assunto tem sido tratado junto ao poder público e implicaria na remoção e relocação de ambulantes, que em muitos casos não concordam com a relocação.

Agora RN

Compartilhe no Google Plus