Vereadores realizam fiscalização em Unidades de Saúde


A Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social da Câmara Municipal de Natal esteve, na tarde desta segunda-feira (18), realizando vistorias nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do Loteamento Jardim Progresso e do bairro Nova Descoberta, para analisar a situação dos postos de saúde.

A ação faz parte das atividades da Comissão de Saúde e contou com a presença de moradores e funcionários das duas UBS´s. A primeira unidade visitada pela comissão foi a UBS localizada na Zona Norte da cidade, que com menos de um ano de funcionamento, continua sem oferecer atendimento médico à população e com a infraestrutura necessitando de reforço para garantir a segurança, conforme foi explanado pelos funcionários.

O presidente da Comissão de Saúde, vereador Fernando Lucena (PT), explicou que na Câmara, em audiência, o secretário Municipal de Saúde George Antunes, garantiu médico em 30 dias na UBS. O parlamentar disse estar atento e vai esperar esse prazo. "É um absurdo a falta de médico na UBS que está organizada e equipada, mas há um ano foi inaugurada e não tem médico. Estamos também fazendo um levantamento da quantidade de profissionais de saúde, principalmente, a relação dos médicos e a lotação de cada um. É fundamental ter médico atendendo na UBS", disse.

A Diretora da UBS Jardim Progresso, Sônia Dantas, explicou que a principal preocupação é a falta de médico. Hoje os moradores do Jardim Progresso estão sendo atendidos em outras unidades de saúde, como a localizada no Conjunto Mirassol. "Todos os consultórios estão prontos, mas não tem os profissionais para atender a população da região. Só vem médico aqui quando tem ação social promovida pela Secretaria de Saúde. Outro problema que enfrentamos é com as portas, pois, não há segurança nas portas de vidro, que são fáceis de abrir", falou.

O vereador Preto Aquino (Patriota) apontou que os médicos não querem atender em comunidades distantes, porém é preciso que a Secretaria de Saúde direcione os profissionais aprovados em concurso para essas regiões. "Verificamos problemas pontuais como em outras unidades, principalmente a necessidade do profissional médico. Vamos procurar a secretaria para encontrar uma solução, vejo que a melhor forma é que os aprovados em concurso sejam direcionados para atender essas regiões".

"Averiguamos como está funcionando essa UBS, na Câmara vamos levar para a pauta as demandas desta UBS, pois, trata-se de uma localidade carente e que precisa de atenção da Secretaria", apontou o vereador Franklin Capistrano (PSB).

UBS Nova Descoberta

A visita à UBS foi provocada pelo Conselho Comunitário do bairro e os vereadores membros da Comissão de Saúde conversaram com os usuários que, ainda estavam na fila, à espera do atendimento médico. Na oportunidade, os vereadores questionaram à equipe de direção da UBS sobre o funcionamento e as longas filas, como também se propuseram a ajudar.

"Conversei com pessoas que estão na fila para pegar uma ficha desde às 07h da manhã, não tinha água para os usuários beber. É preciso melhorar muito, os corredores lotados sem atendimento e com apenas dois médicos para atender, percebi que a média para fazer um exame é de 3 meses, a saúde do município precisa melhorar muito", disse.

O presidente do Conselho Comunitário de Nova Descoberta afirmou que há falta de medicamentos, de médicos e de equipamentos na UBS. "Falta medicamento e profissionais de saúde para atender a comunidade. O posto é todo estruturado, mas não funciona 100% porque falta muito e estamos sofrendo com a precariedade do atendimento", falou Alderan Cavalcante.

O vereador Preto Aquino disse, durante a visita, que a UBS Nova Descoberta "é a única que atende os usuários de segunda a sexta até às 20h e que oferece vacinação até o horário do fechamento". O vereador ainda observou que a Unidade também atende moradores de outras localidades.

A diretora da UBS Nova Descoberta, Lilian Silva, destacou que a Unidade é referência em saúde do trabalhador, e pontuou que a única dificuldade é a falta do profissional técnico de enfermagem e, por isso, não estão sendo feitos curativos. "Nossa UBS disponibiliza quatro (4) médicos clínicos gerais com distribuição de, em média, 300 fichas por semana, e sobra ficha. Também ofertamos nutricionista, entre outros, para atender à população".

Por Ana Paula Silva | Fotos: Verônica Macedo
Edição Saúde: Willen Benigno de O. Moura
Compartilhe no Google Plus