Revoltante: “Não vamos perder a viagem”, diz bandido ao matar alvo errado

Francisco Lima dos Santos, 22 anos, era agricultor e dormia com a esposa, quando foi surpreendido pelos invasores. A mãe ainda implorou pela vida dele

“Na dúvida, não vamos perder a viagem”. Essa foi a frase usada por um dos criminosos que invadiram uma pequena casa no distrito de Guanduba, em São Gonçalo do Amarante, Região Metropolitana de Natal, e mataram um agricultor a tiros. Quatro bandidos chegaram em um veículo, dois desceram, pularam o muro e arrombaram a porta da cozinha na madrugada desta quarta-feira (8).

Francisco Lima dos Santos, 22 anos, era agricultor e não tinha passagem pela polícia. Ele foi morto com oito tiros. Foto: Arquivo de Família
Era por volta de 4h, o agricultor Francisco Lima dos Santos, 22 anos, dormia com a esposa quando foi surpreendido pelos bandidos. Mandaram a esposa sair do quarto. Eles apontaram a arma para Francisco, mas tiveram dúvida de que era esse mesmo o homem que queriam matar.

A dúvida permaneceu, mas um deles, que estava encapuzado, disse que não iam perder a viagem, iam matar de qualquer jeito. A mãe dele estava na casa e ainda pediu que não matassem o filho. A vítima foi assassinada com cerca de oito tiros.

O homem que foi executado trabalhava como agricultor e não tinha passagem pela polícia. Na casa dele no momento do crime estavam, além da esposa e da mãe dele, um cunhado, uma cunhada, uma irmã e duas crianças.

OP 9
Compartilhe no Google Plus