Deputada cobra medidas contra a falta de segurança em São Gonçalo

Cristiane Dantas cobra medidas contra a falta de segurança em São Gonçalo 

Foto: João Gilberto

A deputada estadual Cristiane Dantas (SDD) usou a tribuna da Assembleia Legislativa na sessão ordinária desta quarta-feira (28) para cobrar do Governo do Estado, uma ação concreta para coibir a falta de segurança pública em todo o Rio Grande do Norte, especialmente no município de São Gonçalo do Amarante, localizado na região Metropolitana de Natal. De acordo com a deputada, a violência atinge os 52 bairros do município, que apareceu como uma das cidades mais violentas do país, de acordo com o Atlas da Violência, divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

"Acompanhamos a situação daquele município há muito tempo e estamos cobrando uma ação concreta do Governo do Estado para que esse quadro mude. Desde o meu último mandato que venho fazendo requerimentos pedindo mais policiais e mais viaturas para aquele município que é um dos mais extensos do nosso estado", cobrou Cristiane.

Cristiane Dantas destacou ainda a falta de condições de trabalho das forças policiais naquele município, visto que, muitos agentes de segurança estão afastados de suas funções com problemas psicológicos. "Estamos falando de vidas humanas. Tanto das pessoas que estão sendo vítimas dessas ações criminosas, como desses pais de famílias que saem de casa para trabalhar e estão adoecendo. É preciso que o Governo do Estado tome uma providência real", denunciou a parlamentar.

A deputada cobrou a criação da Delegacia da Mulher em São Gonçalo, já que este é um dos municípios com maior índice de violência contra a mulher. "Não podemos admitir que, ao invés de diminuir os casos de violência contra a mulher, em São Gonçalo esses casos estejam aumentando. Daí a importância de ser instalada uma delegacia especializada naquela cidade", destacou.

Finalizando seu discurso, Cristiane destacou ainda os vários casos de assaltos nas proximidades do Aeroporto Internacional Aluízio Alves. "As principais vítimas são passageiros e motoristas de veículos por aplicativos. Todo dia a gente vê e ouve na imprensa casos desse tipo. O que interfere, inclusive, no turismo do Estado", disse Cristiane.

Cristiane Dantas foi aparteada pelo colega deputado Sandro Pimentel (PSOL) que ressaltou a falta de iluminação pública no trecho entre os municípios de Macaíba e São Gonçalo do Amarante. "Fazem cinco anos que o aeroporto foi inaugurado e ainda apresenta problemas estruturais, como a falta de iluminação pública. Isso facilita ainda mais a ação dos bandidos e coloca em risco a vida de quem trafega por aquela localidade", encerrou Sandro.

O município de São Gonçalo do Amarante, na região metropolitana de Natal, apresenta uma taxa de 131,2 homicídios para cada 100 mil habitantes, a cidade ficou atrás apenas de Maracanaú, no Ceará, e Altamira, no Pará. Para o estudo, que analisou 310 municípios brasileiros com mais de 100 mil habitantes, foram utilizados dados do ano de 2017.
Compartilhe no Google Plus