Livro que mostra o legado político da mulher potiguar é lançado em Natal, veja as personalidades


O livro Emancipação Política da Mulher Potiguar, escrito pela pesquisadora Maria Bezerra (in memorian) terá três lançamentos em Natal nos próximos dias: 23 de outubro, às 16h, na Galeria do NAC (novo prédio), numa parceria com a Cooperativa Cultural; no dia 2 de novembro, durante o evento nacional Mulherio das Letras, na Cidade da Criança, a partir das 14h e na Assembleia Legislativa, no dia 6 de novembro, às 10h, no Salão Nobre. O livro será vendido ao preço de R$ 50. O livro será vendido ao preço de R$ 50.

No primeiro lançamento, em parceria com a Cooperativa Cultural da UFRN, haverá uma mesa de bate-papo com as professoras Conceição Flores e Tânia Lima, e a jornalista Sheyla de Azevedo, uma das pessoas que organizou o livro ano passado para essa publicação, sobre a emancipação feminina.

O livro traz, certamente, o maior registro histórico das mulheres que, desde o movimento sufragista, até os anos 2000 (data em que Maria Bezerra encerrou as pesquisas) da emancipação política feminina. Além da pesquisa que conta a história das primeiras eleitoras e primeiras mulheres a pleitear cargos públicos, o livro também contém uma pesquisa demográfica sobre prefeitas, vereadoras e deputadas que ocuparam cargos políticos no Rio Grande do Norte.

Emancipação Política da Mulher Potiguar faz parte da Coleção Amigos da Pinacoteca; Fundação Vingt-Un Rosado e Caravela Selo Cultural. Foi organizado por Isaura Rosado e a jornalista Sheyla de Azevedo.

"O Rio Grande do Norte foi berço de algumas figuras pioneiras na emancipação feminina, responsáveis por concretizar os anseios da Federação Brasileira para o Progresso Feminino, idealizado e criado pela carioca Bertha Lutz, em 1922. Seis anos depois, essa pioneira no Brasil encontra apoio e aliadas em terras norte-riograndenses quando, na cidade de Mossoró (RN), Celina Guimarães insere a mulher brasileira na história política e social do país, oficializando o primeiro voto feminino brasileiro e, em seguida, naquele mesmo ano, Alzira Soriano de Souza é eleita a primeira mulher prefeita, em Lajes", relembra em apresentação do livro, a maior incentivadora da pesquisa e realizadora dessa publicação, Isaura Rosado, amiga pessoal de Maria Bezerra, a quem homenageia em 2019 com a publicação desse livro.

Lançamentos

Dia: 23 de outubro, 16h, Galeria do NAC;
Dia 2 de novembro: 14h, Mulherio das Letras, Cidade da Criança e 
Dia 6 de novembro; 10h, Assembleia Legislativa, Praça 7 de Setembro, Cidade Alta.
Compartilhe no Google Plus